Hiroshi Bogéa On line

Vale a Pena Ver de Novo

Uma vergonha!

Somente agora, assisti, no Youtube, o vídeo com vazamento de áudio em que o Boris Casoy, o grande moralista, com biquinho e tudo, foi flagrado em seu preconceito, que eu nem reproduziria aqui, se o Casoy não fosse um dos representantes dos narizes empinadinhos.

Os tais que se acham superiores, que zombam de um presidente monoglota e com poucos estudos.

Pois o homem do biquinho falou demais, o áudio do Jornal da Band já estava no ar, e ele sifu, como diria o sindicalista inguinorantchi.

Que eles passem o ano assim, deixando que suas máscaras caiam, é o que desejo.

Post de 

4 Comentários

  1. Hiroshi Bogéa

    25 de janeiro de 2010 - 14:15 - 14:15
    Reply

    Querido João, sem tirar nem incluir, faço minhas suas palavras. Um grande abraço, parceiro.

  2. Anonymous

    25 de janeiro de 2010 - 02:20 - 2:20
    Reply

    É bom mesmo que caiam a dos outros por que a do Lula já caiu faz tempo e o povo não quer mais essa infelicidade de PT no poder. Em 2010 vamos expurgar toda essa corja do poder.

  3. João Batista Pereira Quaresma

    24 de janeiro de 2010 - 19:58 - 19:58
    Reply

    Grande Hiroshi, primeiro um excelente 2010 com muita saúde. Em relação ao comentário do jornalista, se podemos chamar assim…Demonstra aquilo que nós já estamos calegados com anos de luta na construção de uma país mais justo. No Fundo, o prenconceito e a questão de pertencimento de determinados setores da elite brasileira, que não admite um trabalhador no poder, que não admite mulher no comando, não admite o livre pensamento, seja qual for a origem do cidadão.

    Alguns setores da imprensa e da sociedade precisam entender que estamos na era do conhecimento…e o conhecimento liberta…

    Em relaçao ao comentário do jornalista é mais um triste episódio de prenconceito e truculência de uma elite envelhecida e miope.

    um abraço fraterno
    JOÃO Batista Pereira QUARESMA
    Economista

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *