Hiroshi Bogéa On line
Post de 

5 Comentários

  1. Pablo Kato

    4 de setembro de 2012 - 08:06 - 8:06
    Reply

    Concordo com vc Dario dos Anjos. Isso não é benefício racial e sim, uma afronta a constituição, um estopim para elevação da segregação racial. Acredito que não é a cor nem o credo que tem capacidade de medir a competência de cada um. Todos devem concorrer as vagas das universidades em pé de igualdade afinal, a sabedoria esta é no cérebro e não na cor da pele.

  2. anonimo

    3 de setembro de 2012 - 22:56 - 22:56
    Reply

    Infelizmente a nossa UFPA forma medicos de pessima formação que ocasionam vitimas do tipo da pobre moça que foi ter parto no HMI e saiu de la expelindo fezes pela vagina.
    Uma vergonha para nossos profissionais medicos.

  3. Dario dos Anjos

    3 de setembro de 2012 - 16:27 - 16:27
    Reply

    Depois de fazermos das tripas coração, colocando nossas filhas nos melhores colégios, nos sacrificando de todas as outras coisas para que elas ingressassem na UFMG e me aparece essa tal “COTA”, que a meu ver é uma lei legalizando o preconceito. No último vestibular elas perderam a vaga por conta das cotas, e olha só o que tive que ouvir e não saber responder: “Pai, tô começando a ficar racista”, e claro, não somos e nem nunca seremos, mas caso não sejam aprovadas nesse vestibular vindouro, para o próximo já orientei a se declararem pardas, pois meu bisavô era “afro descendente”. A meu ver tem que haver investimento já no ensino básico público, completamente sucateado, e olha que dei um duro danado em todas as eleiços do Lula e da Dilma, e nem assim vi melhoras onde achava e continuo achando, que a educação é a base para qualquer país virar uma grande nação, taí o porque do investimento que fizemos na nossa família.
    Abraços

  4. Anônimo

    3 de setembro de 2012 - 12:41 - 12:41
    Reply

    O ensino público sempre foi melhor, sou formado em uma universidade que no ranking está em 7°, é na unversade pública que se realiza pesquisa, investe-se na qualificação, no entanto, o salário de um doutor é vergonhoso(em torno de 8000,00), e depois dizem que os professores fazem greves sem motivo, se há pesquisa neste país, agradeça aos professores universtários das escolas de nivel superior pública, quando fizemos greve, é sem dúvida justa. agora pergunte onde estão as universidades particulares,´só tem interesse em ganhar dinheiro, e as vezes jogar no mercado profissionais sem formação adequada. por isso sou defensor da escola academica pública, que é quem verdadeiramente contribui com esse país, através de inumeras pesquisas em todas as areas de conhecimento.

  5. Anônimo

    3 de setembro de 2012 - 12:38 - 12:38
    Reply

    O ensino público sempre foi melhor, sou formado em uma universidade que no ranking está em 7°, é na unversade pública que se realiza pesquisa, investe-se na qualificação, no entanto, o salário de um doutor é vergonhoso(em torno de 8000,00), e depois dizem que os professores fazem gerves sem motivo, se há pesquisa neste país, agradeça aos professores universtários das escolas de nivel superior pública, quando fizemos greve, é sem dúvida justa. agora pergunte onde estão as universidades particulares,´só tem interesse em ganhar dinheiro, e as vezes jogar no mercado profissionais sem formação adequada. por isso sou defensor da escola academica pública, que é quem verdadeiramente contribui com esse país, através de inumeras pesquisas em todas as areas de conhecimento.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *