Um cenário de guerra

Publicado em 8 de novembro de 2010

O controle do PSDB no Sudeste do Pará deverá ser entregue a pessoas de confiança do deputado estadual eleito Sebastião Miranda (PTB).

É impensável a  migração de Tião para o partido do governador eleito Simão Jatane, considerando os rigores da legislação  da fidelidade partidária.

Mas o ex-prefeito de Marabá terá à sua disposição poder de vetar ou indicar nomes para o controle do PSDB nos municípios da micorregião.

Em Marabá, especialmete, Miranda revela a amigos próximos que ajustará contas com o empresário Demétrius Ribeiro, suplente do senador Mário Couto (PSDB), e um dos  influentes tucanos no município.

Os dois, Tião e Demétrius, nutrem sentimentos fratricidas mútuos. Há, inclusive, na justiça de Marabá, ações cíveis e criminais movidas por Miranda contra Demétrius.

O clima beligerante alimentado ao longo dos meses, e, crescente durante a campanha eleitoral pelas críticas diretas do empresário contra o deputado eleito,  num programa de TV que Ribeiro  mantém na emissora de sua propriedade, só fez crescer o abismo.

Pelo andar da carruagem, dificilmente Sebastião Miranda aceitará Demétrius Ribeiro filiado ao PSDB.

A guerra está apenas começando.