Hiroshi Bogéa On line

Ululante obviedade

Está no Blog do Brasiliense:

Lá vem o governo Lula, de novo, com a criacionista Marina Silva à frente, tentar brecar os desmatamentos na Amazônia com canetada. Não adianta: enquanto houver mais fiscais do Ibama em Brasília do que na Amazônia toda; enquanto a grilagem de terra não for extirpada; enquanto não se colocar madeireiro na cadeia, enquanto não se engajar a sociedade civil na luta contra a destruição da floresta, toda medida de força será inóqua. Oxalá eu esteja errado.

Certíssimo, o Brasiliense.

Afora isso, apenas o bom discurso da Marina pro público internacional.
Ela é especialista nesse jogo.
Post de 

5 Comentários

  1. Anonymous

    3 de fevereiro de 2008 - 14:35 - 14:35
    Reply

    Marina está certa, aliás certíssima.

    É alarmante a vontade de destruição dessa gente do MT, principalmente do seu governador.

    Lula joga pra todo mundo.

    Quando tá com fazendeiro, fala o que fazendeiro quer ouvir. Quanto tá com MST, o que MST quer ouvir.

  2. Anonymous

    2 de fevereiro de 2008 - 12:06 - 12:06
    Reply

    Não fosse Brasiliense um agente tucano (lembra-se do jornal distribuído às vésperas das eleições de 2006, para prejudicar Ana Júlia?), talvez desse algum valor às suas palavras…

  3. Dario Anjo

    31 de janeiro de 2008 - 20:37 - 20:37
    Reply

    É isso ai Hiroshi, canetada funciona mesmo se for através de multas pesadas contra esses fazendeiros inescrupolosos, juntamente com madeireiros da mesma estirpe que vem destruindo nossas florestas. Mas não podemos esquecer de muitas outras pessoas no fim da linha, como os frigoríficos que compram o gado engordado nestas pastagens e até gente aqui do sul, que prega contra isso tudo e acabam adquirindo um lindo móvel de mógno e até de pau brasil e ficam mostrando essa beleza pros amigos, esses também deverão ser punidos, tipo ladrão e receptador.
    Abraços
    Dario Anjo

  4. Hiroshi Bogéa

    31 de janeiro de 2008 - 14:56 - 14:56
    Reply

    Lembro.
    Outro abraço.

  5. Anonymous

    31 de janeiro de 2008 - 11:43 - 11:43
    Reply

    óbvio:

    Lembras do FHC?

    Abraços.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *