TSE não deverá anular eleição de Jacundá

Publicado em 1 de dezembro de 2020

Dificilmente o TSE atenderá ao desejo do prefeito de Jacundá de anulação da eleição no município.

Ismael Barbosa, do Podemos, impetrou recurso na tentativa anular o pleito, vencida por Itonir Tavares (PL) com 58% dos votos válidos.

Ismael requere que seja revista a decisão do pleno que julgou procedente a filiação do candidato a vice-prefeito Celso Marcos, da coligação Unidos pelo bem de Jacundá,. capitaneada por Itonir.

Antes das eleições municipais, realizadas no dia 15 de novembro, foi julgada procedente a filiação do candidato Celso Marcos, vice-prefeito eleito na chapa de Itonir Tavares (PL). Na semana passada, um embargo de declaração impetrado pelo Podemos, que pedia a reformulação da decisão foi julgado, e por 7×0 manteve a decisão anterior.

Avvogados especializados em direito eleitoral entendem que o recurso do atual prefeito de Jacundá jamais será reconhecido na instância superior.