Três rodovias federais entre as mais 20 perigosas estão no Pará

Entre as rodovias federais mais perigosas do Brasil, figuram  três que cortam o Pará: a BR-316, a BR-163 e a BR-230, em 2021.

Em um ranking de 20 rodovias federais quanto ao número de acidentes, a rodovia mais perigosa é a BR-101, com 11.167 acidentes, seguido pela BR-116, com 9.691 acidentes; BR-040, com 3.137 acidentes; BR-381, com 2.942 acidentes; BR-153, com 2.424 acidentes.

Das rodovias que atravessam o Pará, a BR-163 está em sétimo lugar, com 2.089 acidentes; em 12º lugar está a BR-230, com 1.246 acidentes; na 14ª posição, a BR-316 (principal via de entrada e saída da capital Belém), com 1.091 acidentes.

No ranking das 20 rodovias com maior taxa de severidade de acidentes (mais graves), a BR-316 figura na quarta posição, com 566,0, e a rodovia BR-163, com 472,6.