TRE cassa mandato de Salame

Publicado em 5 de novembro de 2013

 

 

Por três votos a dois, o TRE cassou o mandato do prefeito de Marabá, João Salame, por suposta prática de abuso do poder econômico por ocasião da campanha para deputado estadual, em 2010.

Advogados do prefeito entram agora com recurso em Brasília, no TSE, com pedido de liminar.

 

——————–

Atualização às 14:55

Em Belém, nos meios jurídicos, até agora não há compreensão à decisão do TRE de cassar o mandato do prefeito João Salame e determinar ao seu vice, Luiz Carlos Pies, que assuma a vaga do cassado.

A leitura correta, é  a de que o vice-prefeito, com o registro de Salame cassado, também segue o mesmo caminho.

O irmão de João, advogado Roberto Salame, acaba de abordar essa questão em seu perfil do facebook:

 

Essa decisao  ( do TRE) é tão absurda que cassa o registro do prefeito João Salame Neto e manda assumir o vice.
Com a anulação registro da candidatura do joao vai junto a do vice prefeito.
Cassaram-lhe o mandato obtido em 2012 por um fato ocorrido em 2010. Loucura juridica.
Ou seja, cassaram quem nao poderia ser cassado e determinaram a posse a quem não pode assumir.
Durmam com esse barulho.