TRE cassa candidatura de Maurino

Publicado em 19 de agosto de 2012

 

 

À unanimdade, o Tribunal Regional Eleitoral cassou o registro da candidatura  a prefeito de Marabá de Maurino  Magalhães (PR).

A decisão cabe recurso, mas a situação da  recandidatura do atual prefeito torna-se  insustentável, juridicamente.

A reforma da decisão  é quase impossível, argumentam advogados especializados na área eleitoral.

A cassação do registro da candidatura é consequência  da inelegibilidade da companheira de chapa do candidato, Elza Miranda, que teve seu nome incluído, pelo TRE, na lista dos candidatos inelegíveis.

Como o blog divulgou, Elza deixou de votar na eleição de segundo turno para governador, sem justificar essa ausência das urnas.

A eleição de Marabá, agora, seguirá  mais polarizada entre João Salame e Tião Miranda.