Tragando Montesquieu

Publicado em 28 de agosto de 2008

Em homenagem à sensibilidade e ao talento de Juvêncio de Arruda – e para deleite de nossos leitores -, o blog reproduz, integralmente, o post Dedicado, publicado hoje no Quinta Emenda.

Para os amigos e colegas que estão envolvidos em campanhas, enfrentando os sonhos, a prepotência, a bipolaridade, a incerteza e a nudez de tantos que cruzam-lhes os caminhos nesses momentos, dedico uma reflexão de Montesquieu:

“É uma felicidade para os homens encontrarem-se numa situação em que, ao mesmo tempo em que suas paixões inspiram-lhes a idéia de serem maus, eles têm interesse em não sê-lo”

A reflexão chega em excelente hora, Juvêncio!