Hiroshi Bogéa On line

Tráfico internacional de drogas une PF e Interpol em operação no Pará

A PF confirmou a prisão preventiva de uma mulher em Ananindeua em cumprimento a Operação Olossá”, de combate ao tráfico internacional de drogas, que teve início nesta quarta-feira, 12,  em conjunto com a Interpol – Organização  Internacional de Polícia Criminal em sua segunda fase.

Ela já havia sido presa temporariamente em março na primeira fase da operação e a acusação é de que ela é responsável por aliciar pessoas para irem para fora do país transportando a droga.

De acordo com a PF, 12 mandados de prisão e dez de busca e apreensão estão sendo cumpridos em seis estados do Brasil, incluindo o Pará, e três países.

A operação ocorre, principalmente, na Bahia, entre Salvador, Lauro de Freitas e Conceição do Coité.

Há, entretanto, mandados sendo cumpridos não só no Pará, como também em Sergipe, Maranhão, São Paulo e Santa Catarina.

A Interpol ainda auxilia no cumprimento de dois mandados na Espanha e um na Tailândia.

Todos os mandados são advindos de investigação sobre organização criminosa especializada no tráfico internacional de entorpecentes pelo modal aéreo, especialmente para Europa e Ásia, com a utilização de “mulas”, que transportavam os entorpecentes escondidos em suas bagagens.

Todos os investigados irão responder pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *