Hiroshi Bogéa On line

Tocantins é aqui

A Saneatins, companhia de água e saneamento do Tocantins, continua esticando os braços no Pará. Agora foi com a prefeitura de Tucumã contrato de concessão assinado para distribuição de água na cidade.
É o quinto município paraense.
Aos poucos, a Cosanpa vai sendo afastada do processo.

Post de 

2 Comentários

  1. Anonymous

    23 de janeiro de 2008 - 01:22 - 1:22
    Reply

    Como morador de Tucumã a 17 anos vejo que foi a melhor coisa que o prefeito da minha promissora cidade fez. Podia não fazer mas nada mas só o tratamento da agua e um saneamento básico de esgoto decente já vale pelos 4 anos de seu governo cheio de dificuldades e principalmente de sabotagens por parte de integrantes do PT ligados a vice-prefeita e ex-secretária de educação Lucilei Guedes (PT). Mesmo sendo do governo estadual e federal até hoje não conseguiu nenhum convenio de relevancia para o municipio. O que mostra que o PT é só papo e ilusão além da arrogancia tradicional dos Petistas. O povo de Tucumã pagará mesmo caro as taxas mas com gosto porque em pleno ano 2008 não se justifica falta agua potavel e esgosto tratado em cidades polos como Tucumã.

  2. Anonymous

    22 de janeiro de 2008 - 00:21 - 0:21
    Reply

    Só digo uma coisa: quem tem competência se estabelece. A Saneatins é uma das empresas mais eficientes do Brasil, só não ganha esse destaque na mídia porque é radicada num estado pequeno que não tem importância econômica, política e social no contexto geral. Já o mesmo pressuposto não se aplica à Cosanpa, que consegue a proeza de acumular perdas em seus sistemas de mais de 40%. De alguma forma o contribuinte paga essa conta, no caso, com a ausência de serviço pela sua ineficiência. Os prefeitos estão certos em botar uma empresa competitiva para operar seus sistemas de saneamento. O cidadão agradece. Que tal o blog fazer uma matéria com o portfólio da Saneatins(comparativo, de preferência, com a estatal paraense?). A sociedade saberá distinguir o motivo desse evanço tocantíneo no Pará.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *