Hiroshi Bogéa On line

TJE partirá para intimidar o prefeito de Marabá

 

Informaram agora há pouco ao poster que um desembargador do Tribunal de Justiça do Estado entrará com ação contra o prefeito de Marabá, João Salame, em razão  das denúncias contidas numa gravação feita junto ao ex-prefeito de Marituba, Antonio Armando, denunciando suposta compra de votos no tribunal, para a absolvição de prefeitos.

Ou seja, a velha tática de , primeiro, intimidar; depois, intimidar, outra vez, para desviarem do que realmente interessa: a investigação das denúncias.

O rumo das investigações, o povo está careca de saber, tomará àquele caminho que menos interessa à opinião pública – e muito mais aos próprios membros do tribunal.

Partir para intimidar o prefeito que teve a coragem de trazer à lume o que o povo, também, está careca de saber: o modus operandi das absolvições já famosas, entre elas, a do ex-prefeito de Belém, Duciomar Costa, entre muitas – vale mais do que esclarecer as denúncias do ex-prefeito de Marituba -, que também deve ser alvo de ação.

O blog está checando o nome do desembargador autor da ação, para divulga-lo, nas próximas horas.

Post de 

2 Comentários

  1. apinajé

    24 de fevereiro de 2014 - 18:38 - 18:38
    Reply

    zzzzzzzzzzzzz não creio que isso possa está acontecendo,não aqui em nosso país,isso é comum na “Suécia,Dinamarca,Noruega”nações de “quinto”mundo,de povo inculto.
    No Brasil,isso não!!!no pará,jamais!!!por aqui vivemos em um estado democrático de direito,com suas instituições preservadas e incorruptíveis.
    não creio que um desembargador se valeria de sua posição para intimidar alguém,não no nosso país,isso pode até acontecer em países de terceiro mundo,por aqui não.zzzzzzz
    bom,acho que é hora de acordar.

  2. rejane bastos

    22 de fevereiro de 2014 - 08:02 - 8:02
    Reply

    Prezado Hiroshi
    Como advogada das partes envolvidas na questão em comento, tomei ciência desta postagem e achei por bem lhe enviar estas palavras, uma vez que muita coisa já foi dita sem a devida apuração, cuidado e compromisso com a verdade. Posso lhe afiançar, pois, não sei se o senhor tem conhecimento de todos os procedimentos que estão em curso, que não está havendo qualquer intimidação de qualquer parte, muito pelo contrário, em nível Estadual e Federal a apuração e investigação dos fatos e os procedimentos que estão sendo tomados são rigorosos, tendo todas as partes envolvidas a oportunidade de se manifestar e apresentar provas. No devido momento, e devidamente autorizada, posso lhe repassar todas as informações para tornar pública a verdade real, pois, tenho certeza de que este é – também -seu objetivo e preocupação..No momento, urge apenas ressaltar que o comentário não procede e inclui, indevidamente, o nome Tribunal, sugerindo corporativismo, o igualmente não procede. Em homenagem ao Estado Democrático de Direito, que é apolítico e apartidário, peço que o senhor aguarde as informações para, à luz das mesmas, formar um juízo de valor baseado na verdade e assim possa repassar à população. Muito grata pela atenção.
    Cordialmente
    Rejane Bastos

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *