Hiroshi Bogéa On line

Tirem as crianças da sala!!!

Esse cara aí abaixo passou a campanha eleitoral satanizando Dilma e Lula.

Declaradamente serrista de carteirinha, o caubói se revela plenamente em pleno dia 15 de novembro, quando se celebra a Proclamação da República.

Vejam com atenção barbarizante preconceito dele contra a política de crédito do governo federal que permitiu aos pobres brasileiros comparem carros.

Nome do verdugo?

Luiz Carlos Prates, comentarista e colunista da TV RBS (Rede Globo) , de Santa Catarina.

Post de 

6 Comentários

  1. Mural de Marabá

    17 de novembro de 2010 - 14:54 - 14:54
    Reply

    Em parte o jornalista tem razão em seus comentários, principalente quando ele fala da insanidade dos condutores de veículos.

    Aqui mesmo em Marabá temos exemplo disso: tem motorista que não liga a seta para indicar se vai virar para a esquerda ou direita; tem motociclista que faz ultrapassagem pela direita, igualmente tem motorista que também ultrapassa pela direita; não existe gentileza por parte dos condutores nesse caótico trânsito que temos nesse país; motorista que estaciona sobre a calçada, que para o carro no meio da rua e vai fazer compras ou conversar, que estaciona o veículo atravessado entre a rua e a calçada.

    Barbaridades acontecem por causa de motoristas despreparados, que conseguem uma carteira de habilitação sem saber nada sobre legislação de trânsito. É preciso que os testes sejam mais rigorosos, principalmente na parte de conhecimento mecânico e regras de trânsito, assim o motorista sabe o que está nas mãos dele.

    O jornalista pecou somente quando menosprezou as pessoas pobres que estão ascendendo socialmente, que hoje estão consumindo de verdade, e não apenas tendo sonhos de consumo.

    É claro que é preciso haver um controle e punição para quem comete acidentes, principalmente por imperícia e irresponsabilidade. Como também punir a quem habilitou a pessoa que causou o acidente.

    Só não vale é pensar que uma pessoa nasceu pobre e tenha que morrer pobre. Se ele trabalha honestamente, é justo que melhore de vida e que também realize seus sonhos de consumo.

    Se tem gente que deixa de comprar ou construir uma casa para se abrigar, e prefere comprar um carro, o problema de falta de mentalidade é dele. Também não vale generalizar. Há casos e casos.

  2. Anonymous

    17 de novembro de 2010 - 13:22 - 13:22
    Reply

    Acertou na mosca o L.Carlos,falou tudo,antigamente,os imbecis andavam à pé,agora dirigem(??)carros,daí o aumento estúpido do numero de acidentes,é uma simples questão de matemática(estatística).Tem que aprender dirigir,nem todos conseguem. Quem joga nesse time ,esperneia mesmo,é defesa de classe, cada um na sua !!

  3. Anonymous

    17 de novembro de 2010 - 01:47 - 1:47
    Reply

    Como jornalista fiquei pasmo com esse cabra. É um preconceituoso contra as classes sociais. Sei que a RBS corre solta da Rede Globo, mas o cidadão é um nazista de marca maior. Também pudera a emissora afiliada à Globo, é aquela em que um dos filhos dos sócios está envolvido em estupro de uma menor lá em Floripa. Este pária deve apoiar tal ato.

  4. Anonymous

    17 de novembro de 2010 - 01:31 - 1:31
    Reply

    vindo da boca de um Fdp,corno como esse nada é estranho. Conheço esse sujeito. é um Grãn puto,filho de uma senhora que não o pariu,cuspiu,por que ele tava tentando rouba-la

  5. Anonymous

    16 de novembro de 2010 - 23:00 - 23:00
    Reply

    Será que ele brigou com a própria mulher. "Miserável??" quem é este senhor para dizer uma asneira dessas. Caddê o pessoal dos direitos humanos????? Caddê a OAB???

  6. Anonymous

    16 de novembro de 2010 - 20:01 - 20:01
    Reply

    Um animal desses merece ser preservado, para que as futuras gerações saibam que, no passado, existiam mentes doentias como a dele.
    Assistir ao vídeo causa enjôo, náusea e, por um instante só, vergonha de ter nascido no Brasil. Mas só por um breve instante, pois logo me lembro da existência de pessoas sem preconceitos de qualquer sorte: moral, sexual, social, racial…
    Bom, e a rede de televisão para a qual trabalha, vai tomar alguma providência, ou ele expressa a opinião dos seus donos? Plin-plin!!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *