Hiroshi Bogéa On line

Tião volta à prefeitura

Não demorou cinco dias.
A presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Albanira Lobato Bemergüy, acaba de tornar sem efeito a decisão da juíza de Marabá, Maria Aldecy de Souza Pissolati, que havia afastado do cargo o prefeito de Marabá, Sebastião Mirando, por improbidade administrativa.
A decisão da juíza repercutiu negativamente no Tribunal de Justiça do Estado, conforme declarações de desembargadores feitas esta manhã.
Tião Miranda retorna a Marabá amanhã, para reassumir o cargo.

Post de 

2 Comentários

  1. Hiroshi Bogéa

    4 de fevereiro de 2008 - 16:52 - 16:52
    Reply

    Plínio, quanta saudades, parceiro.
    E deixa-me alegre teu comentário. Pelo menos oficialmente identificado, é a primeira vez que te vejo aqui.

    Como sempre, inteligência e conhecimento são as tuas referências.
    Nada a comentar sobre a questão.
    Desejo, sim, vê-lo mais aqui, participando, nos orientando.
    Sabes o quanto te tespeito.

    Abraços

  2. Plinio

    4 de fevereiro de 2008 - 12:54 - 12:54
    Reply

    Meu caro Hiroshi.

    Creio que foi boa a volta do Tião, assim como creio que ele está tirando proveito das lições que a vida lhe está oferecendo e aprendendo um novo e moderno jeito de fazer política.Marabá necessita modernizar-se em tudo, sobretudo na arte de fazer politica e administrar, para que as novas gerações sintam desejo de participar.Só não concordo com as críticas à decisão da Juiza.O livre convencimento lhe é garantido e se nós não tivermos uma Justiça que tenha coragem de decidir, mesmo desagradando aos poderosos, melhor seria não tê-la.A beleza da Justiça está, entre outras coisas, exatamente na diversidade de entendimentos. Para corrigir as possíveis falhas dos entendimentos é que existem as instancias superiores e por este caminho vão as pendencias judiciais, até a pacificação do entendimento.Não sei se concordas comigo, porém a tua divergencia, se ocorrer, será muito salutar, olhando pelo mesmo prisma.

    Tenho saudade do tempo em que conversavamos e matavamos juntos a sede de conhecimento.A vida nos separa, com a agitação do seu dia a dia.
    O amigo

    Plinio Pinheiro Neto

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *