Tião, o “Imperador”

Publicado em 1 de setembro de 2011

 

A arrogância e boçalidade do deputado Sebastião Miranda (PTB)  chegaram aos píncaros, durante apresentação do projeto do Centro de Convenções de Marabá, na sede da Setran,  diante do governador Simão Jatene.

Em sua fala, Miranda disse que gostaria de ver o CC inaugurado em 2013, por ocasão das festividades dos cem anos de fundação do município, “ano em que eu estarei na prefeitura de Marabá”.

O prefeito Maurino Magalhães (PR) não se fez de rogado, retrucando na bucha, que ele, sim, é quem estará à frente da prefeitura, naquele ano, provocando ligeira discussão entre ambos.

Jatene, perplexo com a cena inusitada provocada por Tião Miranda, também reagiu, pedindo aos dois “para acabar com isso”.

A sede de poder do deputado Miranda está passando dos limites.

Para retornar à prefeitura, ele tem feito de tudo, açoitando, principalmente, a  humildade, que recomenda  ponderação e paciência.

E esse “feito de tudo” inclui até ameaças diretas constantemente registradas, aqui e alhures, pelo deputado.

Já está se tornando corriqueira a expressão que ele usa, diante de pessoas não simpáticas à candidatura dele  ao governo municipal: – “Olha, eu vou voltar à prefeitura, e quem não estiver do meu lado pode saber que irei passar por cima”.

Tião têm repetido isso constantemente.

Até para empresários.

A cena inusitada construído por ele diante do governador, além de burrice política, demonstra inabilidade para construir cenários de boa vizinhança, além de falta de educação.

O constrangimento causado a  Simão Jatene foi visível.