Hiroshi Bogéa On line

Tião Miranda revoga portaria que reabria comércio de Marabá depois de recomendação do MPFe MPE

Não demorou 24 horas a decisão da prefeitura de Marabá  suspender  a proibição de abertura do comércio.

Na tarde desta terça-feira, a Procuradoria do Município  foi notificada pelos Ministérios Públicos federal e Estadual, ambos recomendando sob pena de processo civil e criminal a revogação do decreto 029 de 30 de março de 2020, que autorizava a reabertura das lojas comerciais.

O decreto assinado pelo prefeito Tiao Miranda perdeu a validade.

Aglomerações na cidade, conforme determina o Artigo 2 do decreto, continuam probidas.

Trocando em miúdos, os estabelecimentos comerciais que iriam reabrir a partir do dia 1 de abril, nesta quarta-feira, continuarão fechados.

Agora à noite, a Secretaria de Saúde de Marabá divulgou mais um Boletim Epidemiológico com números que mostram adoença estabilizada no município.

Até agora,apenas um caso confirmado cujo paciente encontra-se bem.

18 casos foram descartados enquanto dez estão em análise.

Post de 

3 Comentários

  1. Anônimo

    2 de abril de 2020 - 22:26 - 22:26
    Reply

    Enquanto isso, circula notícia que a PMM está contratando profissionais da saúde ao invés de chamar os concursados…diz que tem 2 novos fisioterapeutas contratados no HMM (e não chamou nenhum dos concursados)

    • Hiroshi Bogea

      3 de abril de 2020 - 00:11 - 0:11
      Reply

      “Circula notícia” não quer dizer que seja verdadeiro. Entramos em contato com a secretaria de Saúde e essa suposição sua, como toda suposição, não procede. Encaminhe nomes das pessoas (fisioterapeutas) que foram supostamente contratadas para a gente ter condições de ratificar o que seu comentário diz, ou não. Abs

      • Claudia Pereira

        3 de abril de 2020 - 15:41 - 15:41
        Reply

        Estao mentindo pra vc Hiroshi, ja tem ate denúncia ao MP. Procede sim, inclusive ja tiram escala normal no HMM. Os nomes deles sao: Thaynara Mesquita e Fernando Assuncao

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *