Hiroshi Bogéa On line

Tensão na Câmara Municipal

 

 

Uma visita à Câmara Municipal de Marabá na manhã desta quinta-feira,19,  foi suficiente para o blog conhecer o fosso que separa a bancada do governo e o trio de vareadores oposicionista formado por Vanda Américo (PV), Toínha Carvalho (PT) e Edivaldo Santos (PPS). A tensão entre os opostos é de alta magnitude, havendo todo tipo de  ressentimento,   expresso em conversas reservadas.

Ao serem indagados sobre a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar a gestão da merenda escolar, cinco parlamentares ouvidos manifestam total aversão à ideia. “Essa é a `CPI da Vanda´, reagem, criticando duramente a vereadora  autora da proposta, acrescentando que Américo “sempre cria situações de escândalo quando  fica faltando  pouco mais de ano para a eleição, já que ela vem tendo cada vez mais votações  vergonhosas, numa demonstração de que está perdendo credibilidade junto a população”.

Ao serem alertados de que a proposta de CPI é defendida também pela vereadora Toínha Carvalho, interlocutores acrescentam  que a parlamentar petista assume posturas racionais, “em relação  ao  discurso oportunista e raivoso de Vanda”, dando a entender não haver mais nenhum respeito entre a bancada governista e a representante do PV,  dentro do parlamento marabaense.

Pelo andar da carruagem, e se não aparecer alguma voz revestida de autoridade  para mediar  as extremidades, o relacionamento dos vereadores tende a ganhar tom de beligerância incontornável.

Post de 

17 Comentários

  1. George Hamilton Maranhão Alves

    23 de maio de 2011 - 19:10 - 19:10
    Reply

    Novo mandamento: Não terceirizarás!

  2. Anônimo

    22 de maio de 2011 - 15:11 - 15:11
    Reply

    Vanda,

    A Luis Cavalcanti, digo o seguinte; a) não vim puxando cachorrinha. Vim a convite de Haroldo Bezerra para participar de sua administração, como técnico que sou na área de comunicação.
    Com relação à Kátia, outra maldade sua. Ela assumiu a Semed convidada pelo Dr. Veloso. E lá desenvolveu um trabalho digno.
    Com relação ao Raimundão, digo que não fui indicado pela Vanda para os cargos que assumi com Haroldo, Veloso, Tião e na interinidade de Maurino. Todos os cargos que assumi na Prefeitura de Marabá foram a convite dos gestores. Competência. Isso conta muito Raimundão. E mais, Vanda, se disputar nova eleição, tem eleitorado suficiente para se reeleger. Em Marabá existem eleitores que reconhecem a qualidade, a dignidade, o empenho e o compromisso com a cidade de certos vereadores.
    Abraços,
    Agenor Garcia.

  3. Luis Sergio Anders Cavalcante

    21 de maio de 2011 - 19:36 - 19:36
    Reply

    Esse Agenor Garcia é cara-de-pau mesmo. Complementando o que “Raimundão” disse, lembro que durante o governo Tião, todo ano a Cam. Mun. Marabá aprovava, “à toque de caixa” quase 200 mil reais a título de ajuda para o famigerado baile Maraluar – graças à Deus já extinto – através da instituição “Só da Terra”, sob a direta tutela de Vanda. Então Agenor, toma chá de simancol. Tú és 01(hum) daqueles que aquí chegaram “puxando a cachorrinha” e se deu bem junto com a Katia (sua mulher e irmã de Vanda) operando o “puxa-saquismo” radical de Tião Miranda. Perdeste oportunidade de ficar calado “Mané”. Em 21.05.11, Marabá-PA.

  4. Anônimo

    20 de maio de 2011 - 23:58 - 23:58
    Reply

    A Vanda é o que há de mais retrogrado na política. Raivosa e perseguidora. Ela vai ser sepultada em 2012 disso ninguém duvida. E o anônimo acima está certo quando diz que a Toinha segue o mesmo caminho. É so ver o que ela tentou fazer dentro do PT, entrando em atrito com todas as correntes dentro da corrente dela. A Vanda no PV não é bem aceita, pelo menos é o que me dizem alguns verdes com quem converso.

  5. Anônimo

    20 de maio de 2011 - 22:06 - 22:06
    Reply

    O que há de mais vergonhoso na política de marabá PE ver essa vereadora falando na TV e na tribuna, ela não tem postura de pessoa racional, parece que ta cuspindo e com os olhos chumascando fogo der raiva. É muito vergonhoso para os marabaense ter uma política desse tipo.

  6. Anônimo

    20 de maio de 2011 - 21:12 - 21:12
    Reply

    É verdade esse negocio da Vanda pegar carona nas ondas políticas sempre que se aproxima a eleição para a camara municipal. So que o povo já ta ficando esperto e manjando a dela.

  7. Anônimo

    20 de maio de 2011 - 20:42 - 20:42
    Reply

    A Toinha tá pegando corda da Vanda. Se bobear ela nãos e reelege e vai fazer o que?

  8. Chaves

    20 de maio de 2011 - 20:35 - 20:35
    Reply

    Se não for desse jeito acho muito difícil a “carruagem” andar pela estrada certa. Por isso, acho louvável a posição de alguns parlamentares em relação a administração Maurino Magalhães. Mesmo a vereadora Vanda, com seu jeito esparlhafatoso, fala nada mais, nada menos, que, tudo o que os marabaenses não tem oportunidade de falar. Fora a vereadora Vanda, temos a vereadora Toinha do PT, que também é oposição aos vários “problemas” gerado por uma administração deficitário.

  9. Raimundão

    20 de maio de 2011 - 20:08 - 20:08
    Reply

    EI agenor garcia tu não perde a oportunidade de puxar o saco da tua cunhada…doido, na certa, pra voltar ao poder um dia. Só falta tu falar do tempo em que a Vanda usava a maquina da prefeitura para fazer o Maraluar enquanto ao mesmo tempo vendia mesas e ingressos para faturar alto na festa. Foram muitos anos de mamata rapaz.

  10. Laurinha

    20 de maio de 2011 - 19:54 - 19:54
    Reply

    Essa vereadora Vanda nao tem equilibrio emocional. Tudo que ela faz está carregado de passionalidade. Vai ser dificil essa mulher se eleger de novo. Se depender do meu voto, ela volta para atender la mo posto de saúde do bairro do São Felix.

  11. Anônimo

    20 de maio de 2011 - 17:51 - 17:51
    Reply

    Vanda,

    Qualquer cidade do Brasil se orgulharia de ter uma vereadora como Vanda.
    Nao tem registro de ser corrupta em sua hist’oria pol’itica. E se depender do meu voto e de todas as pessoas de bem de Maraba’, continua na câmara.

    Agenor Garcia

  12. João Dias

    20 de maio de 2011 - 14:35 - 14:35
    Reply

    Caro Iroshi,

    É da competência de qualquer dos vereadores da Câmara Municipal de Marabá tomar a iniciativa. No caso, a vereadora Vanda Américo merece todo o apoio para apurar as irregulades amplamente noticiada. Não é justo dizer que “sempre cria situações de escândalo quando fica faltando pouco mais de ano para a eleição.” Até parece que foi ela quem mandou jogar a merenda escolar fora e, ainda mais, próximo das eleições municipais. Sabemos que não foi, logo, ao tomar conhecimento dos fatos deve (adotou) as medidas cabíveis na forma da lei e do mandato para o qual foi eleita.

    Sds. marabaenses
    TJoão Dias Aragão
    Tijuca,RJ.

  13. cidadão marabaense

    20 de maio de 2011 - 11:33 - 11:33
    Reply

    Esperando que as melhorias cheguem de acordo com os desejos do povo, conclamamos os nobres vereadores a seguir o exemplo das vereadoras Vanda Américo, Toinha e do Vereador Edivaldo Santos, e assinararem a CPI.

  14. Cidadão indignado

    20 de maio de 2011 - 11:26 - 11:26
    Reply

    Qual a função da Câmara de Vereadores? Esta pergunta eu faço para aqueles que se dizem representantes do povo em Marabá, pois tenho a nítida impressão que os mesmos conhecem o seu papel, uma vez que nenhuma providência tomam no que diz respeito aos assuntos de interesse da população: saúde, educação e limpeza urbana precárias… A má gestão da coisa pública é um fato ínquestionável no nosso município e aqueles que deveriam ser aliados da população para tentar solucionar os problemas fiscalizando e exigindo do executivo providências imediatas, nada fazem.
    O que estamos presenciando hoje é um tal de mexe remexe terra e pintura de chão na VP-8 e pintura de tapume na obra de duplicação, pois são vias de grande fluxo de pessoas. Será que esses administradores acham que a população é burra?
    A obra da Av. Minas gerais não sai do lugar, o bairro Belo Horizonte nas imediações do colégio Monteiro Lobato tá ficando intrafegável.
    Gente como somos inertes.
    Câmara, cadê vocês, que falta de compromisso com a população. A coisa está desse jeito porque vocês são coniventes.
    Cadê os vereadores filhos de Marabá?

  15. Anônimo

    20 de maio de 2011 - 10:37 - 10:37
    Reply

    Quanto ao pedido de abertura de uma CPI da Merenda Escolar, solicitada pela Vereadora Vanda Américo com apoio dos Vereadores da oposição (Toinha do PT e Edivaldo Santos) este é um clamor da população, que este governo vêm tratando a população como se fosse ignorantes, dizendo que fez isso e aquilo, ora como ele está tentando encerar 90% do contrato com a empresa EB alimentos, coisa que não pode, não é possivel que só os vereadores da oposição vejam isso, a cidade está um caos, se tivessemos mais um pouco de bom censo o nosso povo iria pra rua exigindo os seus direitos como saúde, com privilêngios para uns poucos. A Vereadora Vanda Américo é a que mais representa o povo com uma oposição construtiva na intenção de que o governo acerte.

  16. cidadão marabaense

    20 de maio de 2011 - 10:20 - 10:20
    Reply

    Porque será que a Câmara tem tanto medo de uma CPI? Será que tem algum vereador da base envolvido?
    O atual Prefeito Municipal vem fazendo as coisas tudo direitinho, a cidade está perfeita. hahahahaha…
    Isso é piada pra boi dormir!
    CPI significa: Comissão Parlamentar de Inquérito (quem instaura a cpi é a câmara, não a ou b), e tem como objetivo investigar coisas erradas que vem acontecendo. Como por exemplo: jogar no lixo 2 toneladas de alimento da merenda escolar, o que o Secretário de Educação diz ser um procedimento normal.
    Procedimento normal senhor secretario é vc não deixar faltar merenda escolar nas escolas como vem acontecendo, as crianção saem cedo por falta de merenda, e mesmo assim vai pro lixo uma quantidade desta de merenda.
    Será a Vanda uma vereadora oportunista, ou será quem não quer que seja investigado pra não descobrir seus podres?

  17. George Hamilton Maranhão Alves

    19 de maio de 2011 - 16:47 - 16:47
    Reply

    Se todos os municípios tivessem uma vereadora como a Vanda Américo, seus habitantes viveriam com mais dignidade. Trata-se de uma política guerreira e combativa. Quem se lembra – memória de brasileiro é curta! – quem foi que “peitou” o então prefeito, hoje vereador, Nagib Mutran Neto que saiu da prefeitura por corrupção. É uma guerreira marabaense e defensora dos interesse da terra, ao contrário de outros que se deixarem, terceirizam até os dois rios da cidade. Continue assim, Vanda! Precisamos, e agora mais do que nunca, de voz combativa na câmara, para desvelar desmandos administrativos!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *