Tempos cabeçudos

Publicado em 3 de setembro de 2009

Além da técnica revolucionária de nosso respeitado juiz federal, existe a cabeçada “facciosa e mentirosa”, conforme batizou o presidente do Sinditaf, Charles Alcântara, ao ser perguntado pelo poster se ele havia agredido o servidor Marco Barros, em meio a explosão de impropérios contra o blog, ao telefone, sugerindo que o poster estaria a serviço da secretaria da Fazenda e contra os interesses da classe.

Preferindo a técnica antiga, usada muito pelos nossos tataravós de matar a cobra e mostrar o pau, o blogueiro exibe, a seguir, cópia do BO fornecido pela seccional de São Brás….
… E cópia do laudo de exame de corpo de delito.

Finaliza, lembrando que Marcos Barros, o servidor cabeceado, encaminhou à Corregedoria Fazendária, pedido de providencias administrativas.

Traduzindo: abertura de sindicância para apurar a violência sofrida à porta de um dos órgãos de SEFA e provável punição ao presidente do sindicato.