Temer, sobre Pádua Andrade: -“Ele é um animal para trabalhar”

O fato foi contado ao blogueiro, na manhã de sábado último, pelo próprio protagonista da conversa.

Novembro de 2018.

No 3º.  andar do Palácio do Planalto, o então presidente da República, Michel Temer, recebe em audiência, três vezes adiada anteriormente em razão de agendas alteradas do presidente, um deputado federal paraense que acabara de se reeleger.

A pauta do encontro era cobrança de demandas – “ liberação de  recursos e uma espécie de despedida ao governante em fim de mandato”, conta o parlamentar.

Depois de uma rápida análise do que seria o atual governo de Jair Bolsonaro, Temer faz um comentário espontâneo, ao ter que despachar ao Ministério da Integração Nacional uma demanda apresentada pelo parlamentar.

 

                                           – Deputado, uma das mais gratas surpresas  de meu governo foi a nomeação do seu conterrâneo, ministro Pádua, para o Ministério da Integração. O homem é um animal para trabalhar –  e nunca me “deixou na mão”,  ao receber tarefas para resolver.  Se eu tivesse cinco ministros iguais ao Pádua, nosso governo teria produzido dez vezes mais.

 

Temer referia-se ao ex-secretário de Obras de Marabá e atual titular da Setran, Antonio de Pádua Andrade, depois Ministro da Integração Nacional por indicação do  atual governador Helder Barbalho, que deixara o próprio ministério para participar da campanha eleitoral que o levaria ao governo do Pará.