Hiroshi Bogéa On line

Tem algo de interessante – e produtivo! – acontecendo em Nova Ipixuna

Quando a gente cruza vias de cidades localizadas às margens de rodovias, normalmente  poucas pessoas têm ideia do que se passa no interior da comunidade, como vivem suas populações, o que fazem seus administradores.

No Pará, especialmente no Sul/Sudeste do Estado, a impressão  da capacidade administrativa dos prefeitos é a pior possível, considerando o aspecto mal cuidado das comunidades.

Semana passada, ao conhecer uma propriedade de amigo comum localizada na zona rural de Nova Ipixuna, o blogueiro ficou surpreso com o volume de realizações  em execução no vizinho município de Marabá.

Não apenas na zona urbana.

A rural tem volume de realizações que endossa  o conceito positivo da gestão atual, pelo menos na avaliação não apenas deste jornalista, como, e principalmente, das pessoas beneficiadas com as ações.

Numa extensão de 130 Km percorridos, cruzando seis vicinais, deu para medir a quantidade de estradas em estado de conservação.

Para se chegar até a propriedade do amigo, passamos pelas vicinais Duba, Sapucaia, Gleba Jacaré, Pique 16 e Maçaranduba.

Todas  com sinais de serviços feitos e em processo de manutenção (foto acima).

Cobrindo igarapés e  córregos que cortam as vicinais, pontes de qualidade estão sendo construídas, para garantir o tráfego e a segurança de quem utiliza as estradas.

“Antes isso aqui era um completo abandono. Os dois prefeitos anteriores diziam que faziam obras na zona rural, mas tudo não passava de maquiagem, serviços de péssima qualidade e o dinheiro público gasto de forma irresponsável. Agora a prefeita Dra. Graça está mudando isso, graças a Deus para nós que temos negócios na zona rural de Nova Ipixuna”, revelou o amigo, parando em diversos pontos das vicinais para mostar  os benefícios.

Ponte sobre o Igarapé Cametaú
Outra ponte de qualidade cobrindo córrego próximo ao assentamento Lago Azul

Numa escola na localidade de Gleba Jacaré, professora fez uma revelação maravilhosa, que empolgou muito o espírito do blogueiro: a instituição de um programa denominada “Cinema Vai aos Bairros”.

“Dra. Graça prometeu, e cumpriu. O “Cinema Vai aos Bairros” exibe filmes à comunidade em diversos pontos do município, não apenas nos bairros da zona urbana. Pais e seus filhos, principalmente crianças, estão muito felizes com a exibição de filmes em  nossas vilas rurais, isso é uma coisa que nunca  esperava fosse realizado”,  disse, sorrindo.

Pois é, cinema nos bairros.

Cinema na zona rural.

Dizem que o povão não gosta de cinema. não vai!

Mentira!

Coloca uma tela e umas cadeiras pra ver se a galera não vai!

A iniciativa da prefeita de Nova Ipixuna leva por água abaixo essa afirmativa.

Crianças da zona rural ligadas na tela do Cinema Vai aos Bairros.

A própria professora é quem responde.

“Todo mundo gosta, quem mora na zona rural ama cinema, é só anunciar que todo mundo trás a sua cadeira de casa e fica à frente da tela assistindo. Quem ainda não recebeu o programa, está louco para ter a confirmação da prefeita de que um dia a projeção será feita em outras vilas”, conta a educadora.

O povo quer cinema, o povo quer teatro.

O povo quer ter a opção de lazer também.

Em outra comunidade, a diretora de uma escola,  bem informada sobre os caminhos da gestão pública municipal, conta que a prefeitura, mais uma vez, deu um destino honroso a  recursos que eram para  incentivar o carnaval de Nova Ipixuna.

“Como ela já tinha feito em 2019, agora este ano, o dinheiro que foi anunciado para animar o carnaval teve a destinação na área da Educação, graça a Deus. Com o dinheiro do carnaval, a nossa prefeita anunciou a reforma e ampliação de 13 escolas municipais, inclusive com melhorias dos poços artesianos para fornecer  água de qualidade aos alunos e até climatização das algumas salas de aula”, contou a educadora.

A diretora da escola, vibrando com a informação, disse que recurso da ordem de R$ 1,5 milhão proveniente de emendas parlamentares do senador Paulo Rocha e do deputado federal Beto Faro foi destinado à compra de seis novos ônibus escolares.

“Nós vivemos num município que tem uma área rural muito extensa, com diversas escolas. A aquisição de mais seis ônibus escolares é uma conquista maravilhosa, porque eles virão melhorar a nossa frota de transporte escolar. Isso é melhorar, também, a qualidade do ensino, é dar mais segurança aos alunos que trafegam por nossas vicinais em idas e vindas das escolas”, contou, empolgada.

Conversa vai, conversa vem, um fato que deixou o blogueiro feliz: a prefeitura de Nova Ipixuna paga um dos melhores salários aos seus servidores da área de Educação, inclusive, garantindo o piso salarial nacional.

“Isso  é valorizar ou não os servidores da Educação?”, pergunta a diretora, que faz questão de dizer não ter nenhuma militância política, muito menos partidária.

“O meu partido é melhorar o nível da Educação de nossos filhos, de nossos jovens. Como educadora, sonho com isso, não importa a qual partido pertença o prefeito. No dia em que a Educação for verdadeiramente valorizada, o Brasil será outro país”, sustenta a educadora.

Ela também comemora a realização de uma Audiência Pública marcada para o próximo dia 14 de março, sábado.

“Nessa audiência, teremos a oportunidade de debater a construção  do nosso Currículo Escolar, sonho de grande parte de nossa comunidade. Na oportunidade, está sendo anunciado que a secretaria de Educação vai lançar o Portal do Aluno. Quem imaginaria que isso um dia iria ocorrer aqui em nosso município? Quem imaginaria que um dia nós deixaríamos de trabalhar com o Diário do Professor em papel, para operar o Diário On Line, tudo digital? Pois é, dia 14, tudo isso será conhecido”, comemora a diretora, revelando  satisfação.

 

Quando chegamos numa área de assentamento denominada Agroextrativista, mais precisamente no Massaranduba 02, o blogueiro espantou-se ao avistar uma área sendo mecanizada.

O lote é do assentado Rivaldo Almeida, que pontuou as vantagens de ter recebido apoio da prefeitura de Nova Ipixuna para trabalhar mecanicamente sua área.

“Minha terra é pequena, mas quando você consegue fazer a aragem de um pedaço de chão, como eu consegui, a certeza de que ter melhor produtividade lhe dá a esperança de ter mais lucro no que você planta. Só tenho a agradecer a prefeita por ter feito esse investimento em nossa área como está fazendo em outros assentamentos”, conta o agricultor.

Mais à frente, na vicinal Espal, o assentado Hilário também teve seu lote de terra mecanizado.

“Ganhamos tempo, trabalhamos com mais segurança. Todo mundo deveria ter sua terra mecanizada. Isso em Nova Ipixuna já é uma realidade, é a prefeitrura quem está fazendo”, disse o assentado.

Passando pela cidade, cruzando algumas ruas, avistamos servidores trabalhando em operação tapa-buracos, limpeza de ruas, capina, e o serviço de coleta de lixo em ação.

Ou seja, o município de Nova Ipixuna respira serviços públicos.

Há pessoas comprometidas com o bem estar de sua população.

Isso é tão agradável, quando levamos em conta  a relação de péssimos administradores que estarão com seus mandatos vencendo em dezembro próximo!

Muitos em segundo mandato.

Outros tantos tentarão a reeleição.

O ideal seria as comunidades avaliarem muito bem quem tentará se reeleger, fazendo uma reflexão do grau de serviços executados.

Certamente, 70% dos atuais prefeitos não conseguirão a garantia de retorno aos cargos, mas aqueles que realmente estão trabalhando terão a confiança sustentada de suas populações.

Que assim seja.

———————

 

Nota do blog: as fotos publicados foram obtidas junto a pessoas que forneceram informações. Outras imagens  clicadas pelo próprio blogueiro.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *