Suspeitas insuspeitas

Publicado em 20 de novembro de 2007

A fala da fala
O que acontecerá depois do depoimento de Marcelo Gabriel à Polícia Civil, é uma expectativa apavorante para alguns políticos paraenses.
Como foi divulgado, as datas escolhidas para a oitiva do filho do ex-governador Almir Gabriel, são 26 e 27 de novembro -, caso o MP não peça adiamento.

——–

Olhar Pinel
“Cara de Doido”. Apelido atribuído a Chico Ferreira pelo ex-fuzileiro José Marroquim.

Olhando bem, alguma dúvida?!

———

Sentido anti-horário
A roda-viva e seus agentes vivos: irmãos Novelino emprestavam dinheiro a Chico Ferreira que emprestava aos políticos que se prestavam ao fortalecimento do lobby incestuoso de Chico Ferreira.
Nem Capone. Nem Corleone. Mais pra Bandido da Luz Vermelha.

——–

Mandamento violado
Dito por Cárdias, perante o juiz:
Deputados Paulo Rocha, Valdir Ganzer e o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, todos do PT, seriam assassinados por não terem dado “nenhum retorno a Chico Ferreira”.
Em outras palavras: financio as campanhas, mas em troca quero isto e aquilo. Feito?
Nada feito.

———

Made in Service
Baseado no depoimento de Marrroquin, a logística foi previamente providenciada. Na sede da Service Brasil, quando os dois criminosos chegaram “limpos”, os instrumentos cirúrgicos do crime os aguardavam: mangueiras usadas no estrangulamento, tambores e armas.