Súplica Paraense

Publicado em 17 de julho de 2007

Hilariante a leitura do anúncio da Associação Comercial do Pará convocando o povo a se unir contra a divisão territorial do Estado. Principalmente quando cita o PIB de 1,9% e o que isso representa para o Brasil. Certamente, a diretoria da ACP não sabe em qual direção pegar uma estrada rumo ao Sul e Oeste do Pará. Se algum ‘príncipe’ da entidade colocou os pés em Marabá, Santarém ou qualquer outra cidade das duas regiões, isso ocorreu por inadiável parada técnica de aeronaves nos aeroportos locais.
Olha que gracinha de frase do anuncio: “Vamos juntar forças, unir corações e mentes na grande campanha de nossa vida, em defesa do Pará”.
Sugere-se também apegar-se a Nossa Senhora de Nazaré que a tudo escuta e vê.
O anúncio transmite clima de desespero e medo. Pavor até. Fica a nítida impressão de que os barões da capital estão temerosos em perder a mamata das riquezas produzidas pelos povos sofridos e humilhados do Sul e Oeste do Estado.
Ó, Deus!