Hiroshi Bogéa On line

Sociedades transformadas: Sítio Novo do Tocantins, exemplo de vida nova no “Bico do Papagaio”

 

Em dezembro de 2010, quando o então vice-prefeito Jair Farias (foto), de Sítio Novo do Tocantins, município situado na região “Bico do Papagaio”, no Estado do Tocantins, a 20 km de Imperatriz (MA), assumia a chefia do Executivo local, com a cassação do titular pela Câmara Municipal, uma nova história do município passou a ser escrita.

À época, Sítio Novo vivia um caos.

Salários  do funcionalismo municipal atrasados, ruas esburacadas, lixo espalhado pelos quatro cantos,  falta de água nas residências, escolas funcionando em condições precárias e o município,  inadimplente junto a órgãos federais, impedido de realizar convênios.

A pequena cidade experimentava impressionante processo migratório de famílias buscando outros lugares para recomeçar a vida, tal o quadro de desalento e falta de esperança das pessoas.

O senso demográfico daquele ano contou pouco menos de 10 mil pessoas residentes em Sítio Novo.

Um ano depois, precisamente no Natal de 2011, a comunidade vivia outro astral.

Jair Farias, administrando orçamento anual de pouco mais de de R$ 30 milhões, deu rumo administrativo ao município, espalhando obras por bairros e vilas.

Salário do servidor pago em dia, invariavelmente colocado em conta bancária do funcionário antes do final do mês a vencer.

Até rodovia pavimentada o prefeito levou à zona rural.

Em 2012, Jair teve seu nome lançado à reeleição e não encontrou nenhuma dificuldade para vencer a disputa.

Com mais quatro anos à frente da prefeitura, ele completou seu projeto de transformar o município num lugar decente, que enche de orgulho seus moradores e acolhe a admiração de populações residentes em outras cidades do “Bico”.

Foto Fernando Cunha

 

Quem passa por dentro da sede do município cortada pela rodovia TO-201, não consegue ficar alheio às intervenções urbanas visíveis em toda extensão das laterais da estrada, fazendo logo comparações com outras cidades vizinhas.

 

O sucesso de Jair à frente da administração do município se deve a um simples fato: priorizou intervenções e aplicou honestamente os recursos de sua cidade, que hoje tem população estimada em 15 mil pessoas.

O processo migratório, a partir do sucesso de sua gestão, inverteu-se.

Pessoas que haviam vendido bens, voltaram a morar na terra de origem.

Outros cidadãos, empolgados com as transformações geradas em diversos segmentos do município, passaram a ver em Sítio Novo um porto de esperança.

E para ali foram, ajudar a construir uma nova vida.

Em seis anos de trabalho, Jair Farias investiu em infraestrutura, melhorou os pontos de atendimento nas áreas de saúde e educação, além de ter entregue equipamentos importantes para o entretenimento da comunidade.

Não se limitou apenas a cuidar do chamado “feijão com arroz” – pagar salários em dia, fazer os postos de saúde e escolas funcionarem regularmente, tapar buracos de ruas da cidade.

O prefeito foi além.

Organizou estruturalmente a área administrativa, modernizando secretarias e melhorando serviços públicos oferecidos.

Agarrou como ponto de honra de sua missão como prefeito a luta para promover a regularização fundiária do território municipal, até então uma área que se expandia em forma de assentamento informal.

Nenhum habitante de Sítio Novo era dono do imóvel que ocupava.

Juridicamente, era patrimônio sem poder de posse.

“Já passava do tempo de se acordar para a realidade e reconhecer que a informalidade do patrimônio municipal acabava com qualquer possibilidade de se pensar em investimentos no município”, contou certa vez Jair Farias, em entrevista aos órgãos de imprensa do Tocantins.

Depois de dezenas de viagens a Brasília e Palmas, durante os quatro anos de seu segundo mandato, o então prefeito conseguiu, junto à Secretaria do Patrimônio da União (SPU), receber o termo de  doação do título patrimonial urbano do município.

Agora, Sítio Novo do Tocantins dispõe de credenciais necessárias para proceder a regularização fundiária das famílias de baixa renda que residem na localidade.

Em consequência dessa conquista, cerca de 3 mil famílias  de baixa renda já tiveram seus imóveis regularizados.

Uma intervenção política de inclusão social.

A propósito, graças a visão e esforços de Farias, Sítio Novo do Tocantins foi o primeiro município inteiro (área urbana) em terras da União a receber a doação direta.

Tantas conquistas e, ao fim e ao cabo, o reconhecimento da população do município: Jair Farias, na eleição de 2016, elegeu seu sucessor, que segue a mesma linha de atuação do antecessor, pagando em dia salários, tocando obras nas áreas urbana e rural.

Para quem gosta de medir ações voltadas à melhoria da qualidade de vida das pessoas, peguemos o percentual de Índice de Desenvolvimento Humano Municipal de Sítio Novo do Tocantins, medido em 2010.

Era de 0.604 IDH-M.

Já há projeções de IDH-M de Sítio Novo, para 2020, acima de 0,700.

Isso significa que, em uma década, o município sai de IDH Baixo para Alto.

É um salto extraordinário, considerando os limites orçamentários de Sítio.

E essa transformação ocorrendo durante os seis anos de gestão Jair Farias e, certamente, na de seu sucessor.

Só para acrescentar: o Índice de Desenvolvimento Humano varia de zero a 1, assim considerado:  Muito Alto (0,800 a 1000), até hoje nenhum município brasileiro incluso nessa faixa; Alto (0,700 a 0,799); Médio (0,600 a 0,699);  e Baixo (0,500 a 0,599)

Como resultado de toda essa prática sadia de fazer política, o nome de Jair Farias ganhou projeção em toda a região do Bico do Papagaio.

Ele desponta, no vizinho estado, como nome de renovação do quadro político, sendo convocado para disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa do Tocantins.

Mas isso é outra história, que contaremos a partir de reportagem feita pelo colega Ronaldo Jamil, depois de percorrer diversos municípios do “Bico do Papagaio” – e que será postada neste sítio.

Conforme relatado aqui, estamos levantandi conteúdo sobre aqueles municípios que sofreram profunda transformações, ao longo dos últimos anos, graças a gestão de políticos comprometidos com práticas sadias durante seus mandatos.

No Pará, o primeiro município a ser mostrado no blog como exemplo a ser seguido é Paragominas, que nos últimos 20 anos recebeu um sopro de renovação em seus quadros políticos, alguns, atualmente, cotados até para disputar o governo do Estado.

Depois do post conclusivo sobre a atuação de Jair Farias, no Tocantins, estaremos percorrendo a bela cidade de Paragominas.

————

Nota do blog: imagens acima retratam  Sítio Novo em estágio de transformação.

 

Post de 

4 Comentários

  1. Alcilene

    20 de setembro de 2017 - 16:43 - 16:43
    Reply

    Sítio Novo foi alavancada rumo ao progresso com a gestão de Jair Farias, todos tem orgulho de nossa cidade.

  2. Cristina

    4 de setembro de 2017 - 11:43 - 11:43
    Reply

    É verdade ainda tá pra nascer um prefeito que tem amor a sua terra natal jair farias parabéns! !!!

  3. divino ramos

    2 de setembro de 2017 - 12:12 - 12:12
    Reply

    Parabens jair farias pela sua excelente gestao q hoje é modelo para muitos municipios do nosso estado do tocantins modelo esse q serar o seu passaporte rumo a assembleia legislativa do estado do tocantins. Parabens futuro deputado estadual jair farias angico estar c vc.

  4. Fábio

    2 de setembro de 2017 - 09:02 - 9:02
    Reply

    Realmente ADM de Jair Farias entrou pra história de nosso município. Foi um marco entre antes e depois de sua gestão. Quem ganha somos nós munícipes dessa terra abençoada…

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *