Sobrou pro Juiz

A pauta de reivindicações dos 350 manifestantes ocupantes do canteiro de obras das eclusas de Tucurui – retirados à força na manhã de domingo – pedia, entre outros temas, a substituição do juiz de Direito Cláudio Hernandes Silva Lima, titular da 2ª Vara Penal da Comarca de Tucuruí.  Foi ele quem concedeu, em 2008,  o pedido de prisão preventiva de Roquevan Alves da Silva, um dos líderes dos diversos movimentos deflagrados no município, inclusive o de ocupação das instalações da hidrelétrica de Tucuruí.

Depois daquele fato, Roqueven, com salvo conduto no bolso para garantia de sua liberdade, concedido pelo desembargador Milton Nobre através de liminar em habeus  corpus, passou a utilizar os veículos de comunicação locais para hostilizar o juiz, alvo, inclusive, de acusações infundadas disparadas pelo moço do Movimento dos Alagados pela Barragem (MAB)

No embalo da  ocupação das Eclusas, sexta-feira, oficialmente anunciada pelas entidades sociais em protesto contra a violência no campo, e forçando avanços nas negociações com a Eletronorte, o MAB incluiu a exigência  de substituição de Cláudio Hernandes.