Hiroshi Bogéa On line

Sobe e desce das mídias

Só não acredita quem é doido ou doente das córneas.
A Internet, pela décima terceira vez consecutiva, aparece liderando um conjunto de mídias, com alta de 22,6%, atingindo R$ 550 milhões.

Na sequência, em crescimento: mídia exterior (11,3%, somando R$ 407 milhões), rádio (6,3%, totalizando R$ 605 milhões) e TV aberta (3,2%, acumulando R$ 8 bilhões).

O gráfico, em queda livre, guias e listas (-20,6%, R$ 238 milhões).

Depois, os jornais, com decréscimo ded -11,2%, totalizando R$ 2 bilhões; revista (-9,5%, R$ 979 milhões), cinema (-6,9%, R$ 49 milhões) e TV por assinatura (-1,8%, R$ 465 milhões).

Até agosto, o share acumulado é de 60,4% em TV aberta; 14,9% em jornal; 7,3% em revista; 4,5% em rádio; 4,1% em internet; e 3,5% em TV por assinatura.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *