Só um jeito pra arrumar o HMM: OS nele!

Publicado em 14 de maio de 2013

 

 

Não passava da meia-noite, dias atrás, quando uma servidora adentrou uma das salas do Hospital Municipal de Marabá, dando de cara com dois médicos.

Um dormia, tranquilamente, o sono dos anjos.

O outro, se preparava para fazer o mesmo.

Lá fora, na recepção, o HMM, lotado de pessoas, buscando atendimento.

Os dois médicos, escalados no plantão, foram alertados pela servidora de que muita gente se aglomerava, necessitando da atenção dos plantonistas.

Cada um deu a justificativa que achava interessante, independente da obrigatoriedade de largar tudo para cumprir seus deveres.

E assim, noturnamente, “descaminha” o hospital.

Não tem outra saída:  OS nele.

O círculo vicioso desse hospital público precisa ser destruído, para o bem da população;

Com uma gestão terceirizada, pelo menos, descasos como o  contado acima jamais existirão.

Vamos lá, prefeito, mude logo esse status quo!