Hiroshi Bogéa On line

Sinobrás expõe produtos na Expoaço

 

 

Em sua terceira participação consecutiva, a SINOBRAS abriu seu estande na Expoaço, uma feira de negócios que acontece até a próxima quinta-feira, 28, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Ao lado de diversas empresas do setor, a Siderúrgica paraense mostrará nos três dias de evento o seu mix de produtos, o trabalho socioambiental que desenvolve e todas as suas ações realizadas em Marabá e região.

Além da abertura da Expoaço,  também foi aberta a 23ª edição do Congresso Brasileiro do Aço e da Vila do Aço, uma exposição de estruturas, em tamanho real, que visa mostrar a aplicabilidade do aço em diversos tipos de construção. Promovido pelo Instituto Aço Brasil – IABr, o evento foi inaugurado pelo  Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.

O Ministro também visitou a Vila do Aço, espaço que demonstra como o aço transforma cidades e colabora com a melhoria dos espaços urbanos e rurais. Demonstrações de alternativas para coberturas e fachadas, assim como no mobiliário urbano, também são apresentadas. “Quero saudar esse congresso. É um evento extremamente importante não para o setor, mas para o Brasil. Esse é um dos maiores eventos da área siderúrgica no mundo”, destacou o ministro. Segundo Pimentel, a indústria siderúrgica é objeto de atenção do governo. “Temos diálogo constante com o setor. Sabemos todos os sacrifícios que a conjuntura econômica mais recente têm imposto à nossa indústria. Hoje o nosso desafio é retornarmos todos à competitividade que já tivemos”, completou.

Com a participação de especialistas de renome nacional e internacional para o amplo debate sobre os cenários da indústria mundial do aço, os desafios e oportunidades da economia verde, perspectivas do mercado e posicionamento do Brasil, entre outros, o evento é considerado o maior do setor. Segundo o Presidente Executivo do IABr, Marco Polo de Melo, a participação da SINOBRAS é algo muito apropriado.  “Eu acho de forma natural a ocupação de espaço  que de direito é dela. Eu acho que  SINOBRAS está fazendo cada ano melhor. Começou  com um estande menor, foi ampliando e tendo maior visibilidade que eu acho que cabe  a uma empresa que faz tudo de forma  adequada e correta  como manda o bom manual”. Quanto ao evento o executivo afirmou: “minha expectativa para o Congresso é que o momento  é muito propício  para a discussão desses temas  que afligem  a siderurgia, como mercado, cenário internacional e sobre o processo em si de desindustrialização. Estou com a expectativa favorável de que se discuta em profundidade  aquilo que precisa ser discutido”, disse.

Para Ian Corrêa, vice-presidente da SINOBRAS, é muito importante e significativo estar em um evento que reúne as maiores empresas do setor do País. “Quando a gente chega em um evento desses  e vê a SINOBRAS  ao lado de várias empresas líderes de mercado no setor do aço  com mais de cem anos de atuação ficamos felizes  porque é um desafio a cada ano, pois conseguimos consolidar mais ainda nossa imagem. O  que se nota é que a cada nova edição estamos solidificando nosso papel diante do público  em geral, dos representantes do  IABr e dos nossos concorrentes e parceiros que também  já sabem o que a SINOBRAS representa. A intenção é em cada ano trazer mais benefícios e coisas melhores para a feira, não somente mostrando a parte de produtos, mas o que a gente fez na região ”, comentou Ian.

O 23º Congresso Brasileiro do Aço trará ao Brasil o economista e professor de finanças na BoothSchoolof Business, da Universidade de Chicago, RaghuramRajan. Ex-economista-chefe do FMI, Rajan é autor do livro “FaultLines: HowHiddenFractures Still Threatenthe World Economy” e é considerado como um dos primeiros economistas a antecipar a crise financeira de 2008. Outras presenças internacionais estão confirmadas. As discussões em torno da indústria mundial do aço ficarão a cargo do diretor geral da World Steel Association, Edwin Basson, do Presidente da Steel ManufacturersAssociation, Thomas A. Danjczek, e do Presidente da Associação Latinoamericana do Aço (Alacero), Raúl Gutiérrez Muguerza.

 

Clayton Labes, Ian Corrêa e Cinthia Cavalcanti (SINOBRAS) com Marco Polo (Iabr) na abertura da Expoaço
Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *