Hiroshi Bogéa On line

Sinobras abre campanha contra abuso e exploração sexual

 


Na última semana os motoristas e caminhoneiros que passaram pela portaria e área de convivência da SINOBRAS receberam panfletos e adesivos referentes à Campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil (foto) . A finalidade da ação foi conscientizar colaboradores e motoristas que prestam serviços para a Siderúrgica sobre o assunto, tendo os mesmos como multiplicadores de ações de combate à violência contra crianças e adolescentes. O trabalho de orientação, realizado por meio do Instituto WMA, teve a participação de dois integrantes da Turma do Sorriso, um grupo de palhaços de Marabá.

O dia 18 de maio foi instituído como Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil, através da Lei Federal nº 9.970/00. Criada para reforçar o enfrentamento ao abuso e violência sexual contra crianças e adolescentes, além de encorajar as pessoas para que denunciem casos de maus tratos, o dia tem atividades em todo país. Sem a necessidade de se identificar, qualquer pessoa pode denunciar abusos contra crianças através do Disque 100.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil foi criado para lembrar o “Caso Araceli”, ocorrido em Vitória, no Estado do Espírito Santo. A menina Araceli Cabrera Sanches, então com oito anos, foi sequestrada em 18 de maio de 1973, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. Mesmo com muita gente acompanhando o andamento do caso, desde o momento em que a criança entrou no carro dos assassinos, até o aparecimento do seu corpo, desfigurado, pelo ácido em uma movimentada rua da cidade de Vitória, todos se calaram decretando a impunidade dos criminosos.

Instituto WMA – Criado pelo Grupo Aço Cearense, do qual a SINOBRAS é integrada, o Instituto WMA visa contribuir com o desenvolvimento social, educacional, esportivo, cultural e ambiental das pessoas onde a siderúrgica está instalada. Durante todo o ano diversas ações são realizadas junto aos colaboradores e comunidade.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *