Hiroshi Bogéa On line

Sindicato decreta estado de greve na educação

Educadores da rede municipal de Marabá  estão em estado de greve.

 

Alerta é para o governo garantir  a  hora atividade, que caso seja atendido impactará a folha mensal em torno de R$ 450 mil.

A categoria não aceita essa proposta de jogar para março a questão da hora atividade, quer uma proposta definitiva ainda nesse mês de janeiro. Para isso a secretaria de educação pediu mais três rodadas de negociações, que acontecerão ainda essa semana. Para a próxima semana deverá ser agendada reunião com o prefeito. 

Estado de greve se estenderá até dia 30 de janeiro,

Se até lá a prefeitura não atender o sindicato, a classe entrará em greve.

Post de 

2 Comentários

  1. Wendel Lima Bezerra

    21 de janeiro de 2015 - 18:46 - 18:46
    Reply

    Mas neste caso, o sindicato não estaria cumprindo com o seu papel. Já que avaliar o servidor público, em qualquer esfera que este esteja trabalhando, é uma função da administração pública. Essa previsão encontra-se no nosso PCCR, mas por falta de eficiência administrativa, até hoje nenhum Secretário de Educação conseguiu implementa-la.

  2. pediculus

    21 de janeiro de 2015 - 13:40 - 13:40
    Reply

    O sindicato subiria muito seu conceito com a sociedade, se demonstrasse essa mesma preocupação , ao avaliar o RESULTADO do trabalho dos seus membros (educadores).

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *