Sinais cifrados

Publicado em 19 de fevereiro de 2009

As aparências enganam, sim. Mas há casos em que o antagonismo natural de personalidades revela verdades até numa frase desinteressante. Em entrevista ao Correio do Tocantins, o vice-prefeito e secretário de Saúde de Marabá, Nagilson Amoury, deixou escapar seu inconformismo com a imobilidade.

Perguntado se, na condição de vice-prefeito, tem “autonomia necessária para modificar os rumos da saúde”, encarou a realidade:

No momento, não completamente. No entanto, creio que com o andar da carruagem nosso gestor entenda que assim deve ser o caminho natural e legal para tal procedimento de gestão numa pasta tão importante e complexa que é a saúde.

O médico Nagilson Amoury tem pavio curto. E já sentiu que sua área de manobra não está dando nem para escape.

Sutilmente, mandou o primeiro aviso.