Hiroshi Bogéa On line

Servidores se opõem à terceirização do Hospital de Parauapebas

Como ocorreu em todas as tentativas de terceirização de hospitais municipais,  a prefeitura de Parauapebas também está enfrentando oposição à proposta de repassar ao setor privado a gestão do Hospital do município.

Sindicatos dos médicos e servidores prometem lutar contra a iniciativa  do prefeito Darci Lermen (MDB), que vê na terceirização uma solução imediata para os problemas da área de saúde local.

A experiência de terceirização da saúde no Pará ocorre nos Hospitais Regionais construídos pelo governo do Estado, todos geridos por organizações sociais, rendendo ótimos resultados na gestão e atendimento às comunidades.

Post de 

2 Comentários

  1. Mosavelino

    18 de março de 2018 - 04:30 - 4:30
    Reply

    Caro Jornalista me permita concordar com os funcionários do Hospital, acho que o problema está mais na falta de recursos e nas condições que se tem pra os funcionários trabalhar do que nos funcionários em si, sei que essa onda de OS tem tido seus sucesso em alguns locais mais acredito que a grande maioria dos funcionários públicos são comprometidos com seu trabalho existem uns que realmente não querem trabalhar e fato mais a maioria e feita de pessoas sérias e também tenho muitas duvidas sobre essas instituições ditas sem fins lucrativos acho que quem tem o objetivo disso realmente monta uma instituição de caridade ou filantrópica. E já que a iniciativa privada é tão boa assim era bom então criar mecanismos constitucionais pra poder privatizar a parte politica do país né porque eles são uma piada sei que isso é impossível mais seria bom já que eles são tao eficientes assim

  2. Raphael

    17 de março de 2018 - 10:21 - 10:21
    Reply

    A terceirização dos serviços de saúde, é uma saída viável para o caos em que se encontra a saúde em nosso estado. E sabido que os índices de satisfação dos hospitais geridos por empresas é bem superior aos que são entregues ao poder publico. Exemplo disso é que dos 2987 hospitais públicos que existem no Brasil, apenas tem 10 se destacam por apresentar elevado padrão de atendimento chancelado pela ONA (Organização nacional de acreditação), e destes 10, pasmem, 2 estão no Pará, Hospital Transamazônica (Altamira) e Hospital Baixo Amazonas (Santarém) ambos administrados por empresas terceirizadas. Cenário este diferente que vemos de noticias do nosso Hospital Municipal de Marabá ou de Parauapebas. Chegou a hora de repensarmos a gestão de algo que não funciona há anos….

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *