Hiroshi Bogéa On line

Servidores da área de saúde fazem manifestação pedindo aumento salarial e melhores condições de trabalho

Servidores da área de saúde de alguns municípios polos do Estado do Pará engrossam manifestações contra as prefeituras municipais, denunciando a falta de atenção para com as equipes que atuam na linha de frente no combate à Covid-19.

Hoje, quem cruzou ruas foram os servidores da Secretaria Municipal de Saúde de Belém  realizando manifestação por toda a  avenida Nazaré, com gritos de palavra de ordem e reivindicando a distribuição de mais unidades de equipamentos de proteção individual (EPIs), aumento do salário-base de R$ 872 e maior distribuição do chamado “auxílio-covid”, que garante 30% de abono sobre o salário de alguns servidores.

A passeata em Belém teve início às 8h30 iniciando pela avenida Governador José Malcher, depois seguindo pela avenida Nazaré.

O servidor Carlos Moutinho afirmou ao portal O Liberal que a organização distribuiu os manifestantes em grupos de nove pessoas, com a orientação sobre o distanciamento de mais de um metro e meio entre cada grupo.

Em determinado trecho do percurso da passeata, a Polícia Militar interveio solicitando a paralisação do ato alegando aglomeração de pessoas.

“Como profissionais de saúde, nós sabemos da importância de não aglomerar e iríamos sair assim. Mas quando a PM chegou, com as seis viaturas, acabou que a nossa organização foi desmontada e as pessoas ficaram mais próximas. Acho que não era necessário aquele aparato. Somos trabalhadores que estão reivindicando melhores condições de trabalho”, reclamou Carlos Moutinho.

Os movimentos contra os prefeitos das principais cidades do Pará têm aumentado nos últimos dias, todos patrocinados por servidores da área de saúde, reivindicando direitos. (Foto O Liberal)
Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *