Garimpo: panfleto cancela Comissão de Deputados

Publicado em 9 de agosto de 2011

 

 

A Cooperativa dos Mineradores do Garimpo de Serra Pelada (Coomigasp) anunciou que deverá vetar a visita a Serra Pelada da Comissão de Deputados Estaduais, proposta pelo deputado João Salame (PPS), destinada a investigar as maracutaias densamente obscuras do contrato firmado entre a cooperativa e a empresa canadense Colossus, para exploração mecanizada do ouro existente naquele garimpo, além de querer saber qual a destinação do saldo da grana da venda do ouro a ser produzido.

Num blog assinado por Tony Duarte, porta voz do presidente da Coomigasp Gessé Simão, ambos defensores dos interesses do Ministro Edison Lobão naquele garimpo, João Salame é execrado, sendo ali responsabilizado pela divulgação de um panfleto no qual pregaria “a destruição da mina de Serra Pelada”.

O panfleto, em verdade, foi distribuído na região por outro protagonista famoso de Serra Pelada, Luiz  da Mata, que trava briga com a Coomigasp por ocupação de espaço perdido entre os garimpeiros.

Deputado João Salame, ouvido pelo blog, disse desautorizar o teor do panfleto, adiantando, inclusive, que vai processar João da Mata por usar seu nome na confecção do documento apócrifo.

Aborrecido com o episódio, o deputado marabaense pedirá o cancelamento da ida da comissão ao garimpo.

——————-

Atualização às 11:53

Comentário enviado ao post acima por leitora autodenominada “Filha de Serra Pelada”:

 

Esse panfleto nada mais é que uma fraude. Não foi Luiz da Mata muito menos João Lepos que o fizeram.

Na verdade isso deve ser obra da diretoria da Coomigasp que, com medo de a comissão dos deputados instaurarem a CPI e investigar as irregularidades da parceria Colossus e Coomigasp.

Digo isso com propriedade, pois conheço a fundo a realidade em Serra Pelada e é obvio pra quem vive lá, que essa parceria é danosa para os garimpeiros.

Na verdade essa comissão da Alepa tem o objetivo de investigar as denuncias e nunca, em momento nenhum se cogitou a possibilidade de haver um quebra-quebra na mina de Serra Pelada, até por que se fosse esse o motivo pra que estariam levando os deputados?

A UNGB e a ADEGASP são instituições que procuram defender os garimpeiros, e seus representantes estão buscando dentro da lei destruir essa danosa parceria, por isso pediram ajuda aos parlamentares, se fosse pra instaurar o caos dentro da vila de Serra Pelada não seria preciso deputados, só a força bruta era o bastante.

Por isso eu digo e repito: ESSE PANFLETO NÃO PASSA DE UMA FRAUDE CRIADA PARA TIRAR A CREDIBILIDADE DA COMISSÃO. ISSO PORQUE A COLOSSUS E A COOMIGASP ESTÃO COM MEDO DE DESCOBRIREM SEUS GOLPES E ACABEREM COM SEUS PLANOS.

De uma filha de Serra Pelada indignada com essas tramóias, mas que acredita na justiça e no povo garimpeiro!