Hiroshi Bogéa On line

Senador se defende

Da Assessoria de Imprensa do gabinete do senador José Nery (Psol), o blog recebeu a seguinte nota:

A respeito das acusações de que ao apoiar o MST, o senador José Nery PSOL/PA estaria ferindo o Estado Democrático de Direito, cumpre esclarecer: O senador José Nery lamenta as sucessivas tentativas de criminalizar os movimentos sociais no Pará. É uma pena que muitos bandidos do colarinho branco não recebam, por parte da imprensa, o mesmo tratamento que vem sendo dado ao MST, movimento popular legítimo.
O senador reitera que apóia as reivindicações do MST e dos garimpeiros e torce para que haja sensibilidade de todos para a negociação.
O respeito ao Estado Democrático de Direito deve se caracterizar pelo cumprimento das leis, não apenas a lei do direito de propriedade, mas também a lei que determina a função social dessa mesma propriedade.
O senador apóia o movimento, mas não tem qualquer ingerência sobre as formas que o MST escolhe para fazer suas reivindicações. Reitera, contudo, que para ele – mas do que as manifestações dos movimentos sociais – o que provoca caos, baderna e escuridão é a eterna arrogância e prepotência de empresas e governos que se recusam a sequer ouvir os movimentos sociais.
Por fim, o senador José Nery gostaria de esclarecer que não vê polêmica em sua ida ao Sul do Pará e apoio aos sem terra e garimpeiros, considerando-se sua história de vida e de seu partido, o Psol, sempre comprometidos com as causas sociais. Polêmico seria se um representante do povo com essa história fosse ao sul do Pará levar apoio à Vale do Rio Doce.

Gabinete do Senador José Nery Assessoria de Imprensa
———–

Nota do blog: o blogger ratifica o conceito que passou a ter do senador José Nery (Psol), depois da vergonhosa declaração dele de fomento à violência no Sul do Pará.

Post de 

5 Comentários

  1. Anonymous

    11 de abril de 2008 - 18:10 - 18:10
    Reply

    O MST APARECEU COMO UMA SAÍDA PARA O PROBLEMA DA SITUAÇÃO FUNDIÁRIA NO BRASIL, DIALIGANDO E INTERMEDIANDO DIALOGOS COM OS REPRESENTANTES DA UNIÃO, E ATRAVÉS DE SUAS CONQUISTAS FAVORECER OS SEUS INTEGRANTES. TODAVIA, ISSO NÃO PASSOU DE ILUSÃO, E MAIS QUE SER FEITO POLITICAGEM DENTRO DO MOVIMENTO, PASSOU-SE A FAZER COMÉRCIO, COM A CONTRIBUIÇÃO, DIGA-SE DE PASSAGEM BEM SALGADA, EXIGIDA DOS GRANDES E MÉDIOS PRODUTORES RURAIS P/ NAO LEVAREM O TERROR, E GERAR PREJUIZOS SEM PROPORÇÕES AOS PRODUTORES. OU VÃO DIZER QUE ISSO É MENTIRA…..?

    O COMENTARISTA ACIMA, JO´SE EDUARDO TEM TODA A RAZÃO, ANTES A POPULAÇÃO DAVA TOTAL APOIO E ENDOSSAVA AS INICIATIVAS DO MST, HOJE A POPULAÇÃO REPÚDIA AS ATITUDES DO MST, E NÃO DEMORA MUITO P/ TODOS REPUDIAREM SEUS LIDERES.

    VOCÊS LIDERES DE MOVIMENTOS SOCIAIS QUE LEÊM ESSE BLOG, ATENTEM-SE PARA ESSA SITUAÇÃO E BUSQUEM UM REVÉS NO CAMINHO SEGUIDO PELOS MOVIMENTOS QUE HOJEM PASSAM A SEREM ODIADOS POR GRANDE PARCELA DA POPULAÇÃO, E NÃO VENHAM DIZER QUE É CULPA DA IMPRENSA E DA ELITE, POIS ESSE DISCUSSO JÁ NÃO CABE MAIS NOS DIAS DE HOJE, EM QUE O POVO ESCLARECIDO NÃO SE DEIXA ENGANAR. UFA…

  2. José Eduardo

    11 de abril de 2008 - 07:13 - 7:13
    Reply

    Será que os métodos usados pelo MST são corretos. Quando surgiu, esse movimento tinha a aprovação e a solidariedade de grande parte da população. E hoje ?

  3. Anonymous

    10 de abril de 2008 - 20:12 - 20:12
    Reply

    O senador Nery se reunir com os vereadores de Parauapebas é endossar os métodos e toda a corrupção em que graça àquela casa de desmando!
    Quem se reúne com essa gente, senador, pode muito bem hipotecar apoia a VALE, não há nenhuma contradição.

    Não diga que o senhor ignora como funciona a Câmara de Vereadores de Parauapebas, que o senhor sabe muito bem como as coisas funcionam por cá.

    No demais concordamos, O MST é apenas o outro lado da mesma moeda e com certeza mais limpa que o dito setor “produtivo” do sul do Pará.

  4. Val-André Mutran

    10 de abril de 2008 - 18:00 - 18:00
    Reply

    O senador sem voto escolheu o caminho mais curto para o ostracismo com suas declarações panfletárias.
    Criminalizar quem?
    O MST é réu em centenas de processos por crimes das mais diversas matizes.
    Os criminosos do colarinho branco não estão presos e processados graças à inércia das Leis que ele como senador pode modificar.

  5. Anonymous

    10 de abril de 2008 - 17:37 - 17:37
    Reply

    Parabens ao senador José Nery que demonstra coerencia com a sua causa e o povo que o apoia.
    Quanto a Vale (multinacional estrangeira) em vez de lancar mao de instrumentos para tentar coibir os movimentos sociais nacionais deve sentar na mesa e tratar de dialogar.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *