Seminário: Miguelito quebra pau com Davi Leal

Publicado em 21 de outubro de 2011

 

 

O 22º Encontro sobre o Corredor Centro Norte, aberto hoje em Marabá, tem tudo para não terminar bem.

Ou nem terminar.

Hoje pela manhã, o vereador licenciado de Marabá, Miguelito Gomes (PP), Superintendente de Desenvolvimento Urbano do município, reagiu com dureza e, em determinado momento, agressividade até, ao contestar lerolero do secretário de Indústria e Comércio do Estado, David Leal, que revelou “dificuldades extremas” para a reativação das obras de derrocamento do rio Tocantins.

Promovido pela Agência de Desenvolvimento Sustentável do Corredor Centro Norte – ADECON, encontro foi idealizado para discutir a manutenção no PAC – Programa de Aceleração do Crescimento – das obras da Hidrovia, como derrocagem do Pedral do Lourenço e sinalização, além de um regime de eclusagem e volume de água na Barragem em Tucurui que garantam a produção de energia e também a navegação com segurança e continuidade.

Ao pressentir que o palestrante, no caso David Leal, estava levando com a  barriga a participação dos governos estadual e federal como garantidores da obra, Miguelito partiu para cima do servidor do governador Simão Jatene, causando reação generalizada, a seu favor, em  quem estava no encontro aguardando alguma posição relevante, no sentido de garantia da importante obra.

No auge da discussão, Miguelito ameaçou abandonar o plenário da Câmara Municipal, onde está sendo realizado o evento, ao mesmo tempo em que David Leal ficou constrangido, sentindo a os efeitos de sua decepcionante participação.

O clima continua tenso.

Ainda hoje, o blog voltará a se reportar sobre a questão.

——————

Atualizado às 16:22

 

O entrevero do vereador licenciado Miguelito Gomes ocorreu na parte externa do auditório da Câmara Municipal, no momento em que David leal concedia entrevista à um repórter.

O  poster checou esta tarde tudo o que ocorreu no encontro, durante o período matinal.  Em verdade, poucas pessoas chegaram a ver o esculacho do vereador.

Amanhã, o blogger publica mais informações sobre o 22º Encontro sobre o Corredor Centro Norte, inclusive, entrevista de Adão Proença,  Diretor de Infraestrutura Aquaviária do Dnit, que fala sobre o o futuro da hidrovia do Tocantins.

Sai ou não?

Também conversamos com Eduardo Lobato Carvalho,  vice-presidente do Sindicato dos Armadores do Estado do Pará-Sindarpa, que suspeita estar havendo conflito de interesses entre técnicos do Ministério de  Minas e Energia e o Dnit. Aqueles poderiam estar criando marolas para a hidrovia não ser construída.

Ela explicará as razões de suas suspeitas.