Seminário debate conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável

 

Acaba de ser aberto, o I  Seminário Regional sobre Educação e Pesquisa em prol da Conservação da Biodiversidade e do Desenvolvimento Sustentável, organizado pela Unifesspa, ICMBio, e Associação dos Produtores Rurais do Projeto Tapirapé.

Seminário encerra nesta sexta-feira. 13

Evento objetiva reunir diferentes segmentos sociais, instituições públicas, privadas e/ou organizações da sociedade civil para discutir sobre a importância da Educação e da Pesquisa na Conservação da Biodiversidade, frente às diferentes formas de ocupação do território e dos diferentes usos dos recursos naturais em nome de um pseudo desenvolvimento cada vez mais degradante.

O Seminário, proposto pelos Conselhos gestores da Reserva Biológica do Tapirapé e a Floresta Nacional Tapirapé Aquiri, Unidades de Conservação (UC) do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiverisdade (ICMBio), em parceria com a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA). Ressalta-se nesse evento  a importância das “Áreas Protegidas”, que garantem a conservação da biodiversidade amazônica na região, como as Unidades de Conservação e as Terras Indígenas.

Estarão assim, no foco dos debates, as UCs  federais localizadas na área de relevante interesse mineral de Carajás, que são: a Reserva Biológica do Tapirapé, Floresta Nacional Tapirapé Aquiri e Área de Proteção Ambiental do Igarapé Gelado, criadas em 1989; e as Florestas Nacionais de Carajás e de Itacaiúnas criadas em 1998. Essas Unidades compõem um conjunto de Áreas protegias conhecido como “Mosaico de Carajás”, complementado ainda pela Terra Indígena Xikrin do Cateté.

Evento está sendo realizado no auditório da UNIFESSPA  – Folha 31, Quadra 7, Lote Especial, s/n., Nova Marabá.

 

Programação

1o DIA  – 12/11/2015

 

10h30 – Conferência: Possibilidades e desafios da Educação e da Pesquisa em prol da Conservação da  Biodiversidade amazônica frente a política de desenvolvimento do Estado brasileiro

12h30- Almoço

14 h – Mesa Redonda 1: O avanço da mineração, da expansão agrícola e da pecuária na região de Carajás e o desafio da conservação da biodiversidade e do  desenvolvimento socioambiental

16h30 – Painel de experiências 1 – Educação e Pesquisa em UCs contribuindo com a gestão da  Unidade e em interação com as dinâmicas territoriais locais (outras regiões).

18 h – Programação cultural

 

2o DIA – 13/11/2015

8 h – Mesa Redonda 2 –  A pesquisa científica em UCs e sua contribuição para a conservação da biodiversidade  na Região

10h30 – Painel de experiências  2  –  Pesquisas científicas associadas à gestão das UCs.

12h30  – Almoço

13h – Mesa Redonda 3: Educação, Agricultura  Familiar e Conservação da Biodiversidade, fortalecendo a territorialidade do campo.

16h15 – Intervalo

16h30 – Painel de experiências 3- Programa de Educação e Pesquisa desenvolvido pela Unifesspa. Projetos construídos pelo professores da Vila Tainá e Boa Vista da região do Tapirapé-Marabá

18H –  Encerramento: coquetel/programação cultural