Hiroshi Bogéa On line

Sementes de dendê

O programa de biodíesel, a partir do óleo de palma (dendê), caminha a passos acelerados depois que o presidente Lula fez o lançamento em Tomé-Açu, em abril deste ano. Agora a Embrapa Amazônia Oriental, (em parceria com a Emater) já está capacitando a primeira das três turmas de 40 agentes de assistência técnica e extensão rural que vão atuar no programa. A presença desses técnicos elimina um dos cargalos para a expansão do dendê em nosso estado.

Também já começou a implantação dos projetos de adequação de duas estações experimentais da Embrapa para produção de sementes e outra para o estudo de dendenzeiros resistentes ao Amarelecimento Fatal, uma doença que uma permanente ação de controle do plantio. A estação de Tomé-Açu vai produzir 5 milhões de sementes anuais de palma africada e de híbridas de palma amazônica e africana.

O pólo de biodíesel se concentra nas regiões do Vale do Acará e no Baixo-Tocantins.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *