Sem fôlego para resistir

Não passa de 1o de Maio, Dia do Trabalho.

Maria Aparecida Barros Cavalcante será destituída do emprego, na secretaria de Administração. O poder de pressão dos Andrade foi mais forte.

E o governo não pode se dar ao luxo de perder um deputado estadual do PSB.

No braço do mais fraco, com lamentações internas de secretários próximos a Ana Júlia, quebrará a onda. É assim mesmo, desse jeito, que caminha a política. E não adianta estribuchar.

Confiram.