Sem bússola

Publicado em 30 de dezembro de 2007

O governo do Estado precisa prospectar, com acuidade, o fluxo de turistas em busca de Salinópolis nas grandes temporadas, advindos, principalmente, do Tocantins, Goiás e Maranhão.

O tráfego de veículos na Belém-Brasília com placas de Goiânia, Palmas, Araguaína, Imperatriz, Açailândia e de outras cidades dos três estados é impressionante. Há trechos em que se registra engarrafamento na BR, normalmente ocupada durante o ano pelo tráfego mais intenso de caminhões.

O poster parou nos três postos da Polícia Rodoviária Federal, existentes em Dom Eliseu, Ipixuna e Mãe do Rio, com objetivo de recolher a medição do tráfego. Não conseguiu. Os agentes rodoviários informam que nunca receberam orientação para proceder tal aferição. De repente, as potencialidades disponíveis dos consumidores de lazer são bem maiores do que se presume sem ninguém saber o que está faltando para atendê-los em sua essência.