Segurança Pública: Pará ganha projeção nacional com modelo em policiamento fluvial

Com investimentos que deram ao Pará o reconhecimento nacional em policiamento fluvial, em uma região com extensas áreas dominadas por diferentes cursos d’água, o governo do Estado levou sua experiência à programação da 80ª reunião ordinária do Colegiado Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp), em Brasília (DF), encerrada na última quinta-feira (10).

Representado pelo secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, o Pará mostrou os avanços obtidos com as ações de segurança nos rios durante o processo de organização do calendário de ações para 2022, e pode se tornar uma referência para as demais unidades da Federação.

Entre os investimentos que colocam o Pará em posição de destaque estão a aquisição de uma lancha blindada para o policiamento fluvial e a instalação da Base Integrada Fluvial de Segurança Pública, na margem direita do Rio Tajapuru, no distrito de Antônio Lemos, município de Breves, no arquipélago do Marajó.

Estratégias

A pauta da reunião do Consesp também incluiu debate sobre a metodologia de planejamento e a implementação de novas ações e estratégias de Segurança Pública em âmbito nacional.

“Na primeira parte da reunião tratamos de temas com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), como o novo registro civil nacional unificado, fonte de financiamento e melhorias do repasse fundo a fundo para os Estados. Tratamos, ainda, sobre novas estratégias de segurança pública, inclusive sobre o Pará ser referência na segurança fluvial, tanto em embarcação blindada, quanto na base fluvial integrada, que segundo proposta da Senasp, poderá ser um polo irradiador de novos equipamentos, criando um portfólio dentro da Secretaria Nacional de Segurança Pública para todo o Brasil, com base nas informações trazidas pelo Pará na Segurança Pública”, ressaltou Ualame Machado.

As atividades do colegiado foram iniciadas na última quarta-feira (09), com uma visita institucional ao Ministério da Justiça e Segura Pública para tratar com a Senasp assuntos de interesse estratégico. À tarde, durante os debates de vários temas, como o novo registro civil nacional unificado, houve o lançamento do novo Plano Nacional de Segurança Pública.

Durante o encontro foi realizada ainda a eleição de novos presidentes e gestores do colegiado. Ualame Machado foi reconduzido como representante da região Norte no colegiado.