Hiroshi Bogéa On line

Seguir em frente, Ana Júlia. Firme!

Ana Júlia está aniversariando, neste 23 de dezembro.

O poster deseja tudo do melhor à governadora, em fim de mandato.

Reafirma, ao mesmo tempo, a torcida que fez, ao longo dos últimos anos, para que ela fizesse um grande governo.

Ana tem sensibilidade social, é trabalhadeira e sonhou em transformar o Pará, socialmente.

Não conseguiu, por fatores já bastante conhecidos.

Em tempos recentes, com certeza, Ana foi a governadora que mais percorreu as regiões do Estado, criando laços de aproximação com as populações no tete-a-tete sem, no entanto, transformar todo seu esforço em capital político  de relevância.

Não conseguiu.

Enquanto ela abria pinicadas, uns outros entulhavam estradas abertas.

Pelas bordas, e no centro de governança, Carepa foi sangrada.

Neste dia de aniversário, bem que Ana deveria fazer uma reflexão do que se passou de errado, e roteirizar novas andanças – melhor acompanhada.

Animal político, Ana Júlia é bem jovem ainda para tocar projetos e voltar a dar a sua contribuição ao desenvolvimento do Estado.

O blog lhe deseja boa sorte e toda a felicidade do mundo.

Post de 

9 Comentários

  1. Hiroshi Bogéa

    26 de dezembro de 2010 - 23:49 - 23:49
    Reply

    Boas Festas, tb pra você e sua família, Val.

  2. Anonymous

    26 de dezembro de 2010 - 05:15 - 5:15
    Reply

    O problema não foi a falta de preparo da Ana. O PT estava (continua) preparado para governar, porém resolveram personalizar o governo, e providenciar o distanciamento da base e de grandes e importantes lideranças e técnicos. Não ocorreu democracia e e critérios qualificados para compor e direcionar o debate de políticas de governo para a sociedade. Isso sim, foi o grande erro.
    Abçs.

  3. Val-André Mutran 

    26 de dezembro de 2010 - 02:52 - 2:52
    Reply

    O "melhor acompanhada", diz tudo.
    Feliz Natal! Amigo.

  4. Anonymous

    24 de dezembro de 2010 - 20:41 - 20:41
    Reply

    Quem conhece a Ana Júlia desde o movimento sindical sabe o quanto ela nào estava preparada para assumir tão relevante missão. Sua carreira política ,plena de vitórias eleitorais,foi raquítica em termo de desempenho nos inúmeros cargos eletivos que ocupou.
    No Banco do Brasil, como servidora,seu desempenho sempre foi pouco acima do medíocre.Movida a clichês e frases feitas,perdeu sim uma única oportunidade de fazer o Pará avançar.parafraseando o Lula, "nunca antes na história deste estado" tivemos uma conjuntura tão favorável,principalmente no quesito economia.Ana fez o que todos que a conhecem sabem que é o seu limite.Ela, definitivamente, não possuia as condições necessárias para a missão que lhe foi confiada.No seu primeiro teste, efetivo, como administradora,ela foi ela mesma, Ana,gente boa mas sem nenhum cacoete de gestora pública.

  5. Anonymous

    24 de dezembro de 2010 - 06:23 - 6:23
    Reply

    Anõnimo disse ser melodramática a mensagem da governadora, que teve oportunidade única e que estado navegou em índices negativos. Bem, pode até ser melodramática a referida mensagem, assim como teve oportunidade única, mas, afirmar que o estado navegou de maneira negativa, é no mínimo forçar a barra. Quem vive no Pará a mais de 30 anos como eu, sabe muito bem que não é bem assim não. Na educação ocorrem diversas ações estruturantes, assim como de capacitação profissional, e acima de tudo, realizou e contratou professores, coisa que a décadas não acontecia, porque era mais fácil manter o cabresto do temporário. A saúde estava falida, a grande obra e mote de campanha do Jatene, os Hospitais regionais estavam fechados e desestruturados, além de baixo financiamento e apoio aos municípios. O governo da Ana estruturou e garantiu o funcionamento de todos, além de investir na construção de outros como os de pequeno porte em diversos municípios. Em relação ao financiamento, antes havia o tal "Ações em SAúde" que servia apenas para atender prefeitos aliados do governador, em detrimento a grande maioria da população do estado. Ana acabou com essa metodologia e distribuiu os recursos de maneira federativa, ou seja, distribuiu de maneira igualitária conforme número populacional. Espera que não volte aos moldes anterior, que foi um fracasso.
    Quem não sabe como era a situação das estradas nessa região e demais? Muita coisa foi feita, não dá para afirmar que nada foi feito, inclusive ajudando municípios a fazer estradas vicinais de caráter estadual devido a interligação de municípios. Além de levar asfalto aos núcleos urbanos.
    E a polícia? Policiais estava lotados em áreas administrativas, dando "suporte", enquanto os bandidos atuavam de meneira livre nas ruas e estradas do estado. Ana mandou policiais de estruturas administrativas para trabalhar de maneira ostenciva na rua, bem como realizou concursos e contratou e capacitou novos policiais da PM e Civil, sem falar na renovação da frota, construções de delegacias e estruturação para atuação da polícia.
    Desta forma, o comentário do anônimo é de total desconhecimento da realidade paraense, além de fazer parte da política praticada pela oposição que era a de provocar uma enorme rejeição a Ana e ao PT, o que acabou sendo vitoriosa. Por que votar e promover o retorno do pior governador do Pará nos últimos 30 anos, realmente é um absurdo.
    Abçs. Hiroshi. Feliz Natal e um grande ano novo.

  6. Anonymous

    24 de dezembro de 2010 - 01:16 - 1:16
    Reply

    como diz um jargão bem usado no periodo eleitoral ''O Lula ajudou, ela não aproveitou.''Sim concordo que foi a Governadora que mais pecorreu o gigante estado, porem a corrente de divisão do estado nunca foi tão latente…Ana ja vai tarde, e que seu Jatene saiba que o povo do Pará não tolera mais esses tipos de governates.

    Ciriaco

  7. Anonymous

    23 de dezembro de 2010 - 21:52 - 21:52
    Reply

    Uma coisa esses caras o quarteto de mal que fez pro bolso, esqueceu de que o governo da ana deixou no meiu do caminho sonhos de milhares de paraenses.. irmãos maurilhos e o Puty..

  8. Anonymous

    23 de dezembro de 2010 - 20:24 - 20:24
    Reply

    Ela não decepcionou não. Ela é uma guerreira e vai dar a volta por cima. Ana Júlia, como disse Bogéa é jovem, é uma animal político e ainda tem muito a contribuir para o nosso Estado. Decepção foi o Jatene no governo passado. Só não vê quem n ão quer o que Ana Júlia fez no seu governo. Precisas ser menos passional anônimo das 14:55. Olha ao teu redor e vê o numero de obras que foram feitas nestes 04 anos. Só não concordarás se fores muito estúpido. Mas no fundo, no fundo, vais concordar, mesmo que não queiras admitir publicamente.

  9. Anonymous

    23 de dezembro de 2010 - 17:55 - 17:55
    Reply

    Melodramática ao extremo,a mensagem de despedida do blogger à Ana ,que tinha tudo prá ser e não foi,oportunidade que poucos vão ter,o Pará cresceu no índice vermelho/negativo; da infra estrutura,educação,saúde e segurança pública; uma decepção total dos que,como eu,acreditava na prosperidade que poderia vir,nesse estado onde a iniciativa privada,dá lição de COMPETENCIA,e o poder público …..que decepção dona ana !!!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *