Postura e SDU ignoram apropriação de espaço público

 

 

Leitor assíduo do blog, aqui denominado apenas de  “Barroso”,  aparece sempre colaborando com informações de cocheira.  Muitos dos posts aqui publicados levam a assinatura anônima do querido colaborador.

“Barroso”  é fonte segura do blog, daquelas que a gente pode usar a informação sem medo de barrigada.

No final de semana, o colaborador enviou foto, comprovando a ação criminosa de um morador da rua Minas Gerais, que está invadindo domínios públicos para espraiar o tamanho de seu imóvel.

O grileiro urbano aproveita a calmaria (e ausência de fiscalização) dos finais de seana, para construir um muro em plena via pública.

A foto mostra o tamanho da barbaridade, que já se prolonga por longos dias.

E a secretaria de Obras, nem aí pro barato.

A foto veio acompanhada de uma nota do querido leitor:

 

 

Hiroshi, acabo de te enviar, via celular, a foto de uma apropriação de espaço público, na av. Minas Gerais com rua Amapá. Para evitar fiscalização, se é que ela existe, eles trabalham nos fins de semana. Tá lá pra quem quiser ver. Amanhã, sábado, eles reiniciam. Ai prevalece a teoria dos fatos consumados. Ninguém derruba! E ela acaba de completar CEM anos!  E a sec. de Obras não viu, ou não quis ver.

Morador invade espaço público aos finais de semana
Morador invade espaço público aos finais de semana

 

———————-

Atualização às 07:59 (29/05)

 

O título deste post foi alterado por erro de origem, quando citava a Secretaria de Obras como responsável pela fiscalização das obras no município. A função, em verdade, é da alçada da SDU e do Setor de Postura.