Hiroshi Bogéa On line

Sebrae reconhece Marabá com o premio “Prefeito Empreendedor 2014”

 

    Esse prêmio nos honra e nos dá muito orgulho porque demonstra que estamos no caminho certo. Ainda em 2013 implantamos em  Marabá  a “Sala do Empreendedor”,  o “Portal do Contador”, e fomos a sexta cidade do Brasil a implantar o alvará on-line. Tudo isso tem ajudado o micro e pequeno empreendedor em nosso município.

 

Ricardo RosaDeclaração é do secretário de Gestão  Fazendária de Marabá, Ricardo Rosa, ao agradecer, na solenidade de premiação dos “Prefeitos Empreendedores”,  a honraria conferida, pelo Sebrae, ao prefeito de Marabá, João Salame, um dos destaques da noite, em Belém, ao ser premiado na categoria “Desburocratização”.

O município de Marabá foi o grande vencedor do Prêmio “Prefeito Empreendedor” oferecido pelo Sebrae em reconhecimento a capacidade administrativa dos gestores que elaboraram os melhores projetos e implantaram ações em favor do surgimento e do desenvolvimento de pequenos negócios em seus municípios.

Marabá foi premiado pela implantação ano passado do Alvará Online e do Portal do Contador.

Essa é a primeira vez que o município recebe a importante premiação.

Ricardo Rosa (foto) lembra que o município nunca havia sequer sido indicado à premiação, que obedece a critérios rigorosos. “Inclusive os municípios selecionados não são informados durante o processo de avaliação. Somente após o resultado final”, frisa Rosa.

A premiação foi entregue na última quarta-feira (28), em Belém.

Representando o prefeito de Marabá, Ricardo Rosa recebeu o prêmio das mãos da presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Luzia Nadja Guimarães Nascimento, que estava como governadora em exercício.

O Prêmio é dividido em etapas estadual e nacional.

Marabá agora vai concorrer ao prêmio nacional, em solenidade na próxima semana, em Brasília. “Estamos felizes com essa premiação, que é extremamente séria, mostrando que o município de Marabá está no caminho certo, trabalhando para reduzir a burocracia e ampliar sua arrecadação”, ressalta Ricardo Rosa.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *