Seagri realiza Dia de Campo do Sistema Agroflorestal

Publicado em 12 de março de 2014

 

 

JorgeNa sexta-feira (07), a Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri), em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará (Ideflor), promoveu o Dia de Campo no PA Piquiá buscando a implantação do Sistema Agroflorestal (SAF) em 12 lotes daquele assentamento.

Além de uma palestra, com orientação teórica sobre o SAF, os técnicos fizeram demonstração prática do plantio consorciado de essências florestais e frutíferas, com destaque para o açaí, além de andiroba, cajá, mogno africano, jatobá e outras espécies vegetais -, revela Jorge Bichara, secretário de Agricultura (foto)

De acordo com estudos técnicos, os sistemas agroflorestais são uma alternativa sustentável de produção agropecuária, que melhora a qualidade do solo quando comparado ao mesmo terreno cultivado em sistema convencional, que geralmente apresente menor densidade, maior porosidade, menor resistência à penetração e maior agregação.

Aqui no sudeste do Pará, o sistema agroflorestal, que também pode ser agrosilvopastoril, tem como principal objetivo a recuperação de áreas degradadas pela pecuária e agricultura ao longo das últimas quatro décadas.

Psicultura

 

No próximo dia 25, a equipe do Departamento de Pesca e Aquicultura da Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri) estará no PA Escada Alta, região do Rio Sororó, para iniciar a implantação do Programa Piscicultura naquela região de Marabá.

 

Feira  do Peixe

 

Para atender a população com pescado de qualidade, a preços mais em conta que o praticado pelo comércio varejista, a Secretaria Municipal de Agricultura (Seagri), em parceria com os piscicultores de Marabá, iniciou na quarta-feira (12) a temporada de Feira Itinerante do Peixe, começando pela Folha 12, próximo ao antigo Chico Melo.

Na quinta-feira, (13), o Caminhão do Peixe estacionará na Folha 33, perto da Pracinha; na sexta-feira (14), a Feira acontece na Folha 05, ao lado do Cupu Night.

A feira prosseguirá a partir do dia 17, em local ainda a ser divulgado. No período seguinte, a parceria acontece com a Colônia Z-30. No entanto, quando se aproximar a Semana Santa, durante alguns dias a Seagri assumirá, temporariamente, a venda de pescado com maior variedade de espécies, mas ainda está à procura de fornecedor dessas variedades não encontradas na região.

Pesca e Aquicultura – Cinco propostas serão cadastradas pela Seagri no Ministério da Pesca e Aquicultura, até o mês de maio, no sentido de alavancar esses setores em Marabá. Uma sexta proposta, ainda em estudo, pode ser contemplada com recurso de emenda parlamentar do deputado Miriquinho Batista (PT/PA), cujo projeto será destinado à aquisição de uma câmara fria. Este ano, a Seagri pretende ainda construir uma estação de alevinagem, para atender aos piscicultores do município.

Conforme a coordenadora do Departamento de Pesca e Aquicultura da Seagri, Vivian Barros, os projetos em finalização referem-se à implantação de um frigorífico de peixe, a ser instalado em uma das áreas da Prefeitura de Marabá, que pode ser no Geladinho ou próximo ao Instituto Federal de Educação do Pará (IFPA), no PA 26 de março; uma fábrica de gelo, cujo local ainda não está definido.

Também, de acordo com Viviam, há projetos para a compra de dois caminhões, sendo mais um caminhão frigorífico, considerando que o existente não dá conta da demanda; e mais um caminhão-feira, exclusivamente para atender à Colônia de Pescadores Z-30. No momento, a SEAGRI tem um caminhão-feira, mas este fica à disposição dos piscicultores.