Seagri e ICMBio formalizam convênio para produção de até um milhão de mudas

Publicado em 7 de junho de 2014

Secretário de Meio Ambiente de Marabá, Carlos Brito; representante da Salobo Metais; Jorge Bichara, André Vieira, do ICMbio;
Secretário de Meio Ambiente de Marabá, Carlos Brito; representante da Salobo Metais; Jorge Bichara, André Vieira, do ICMbio;
Semana do Meio Ambiente 7
Jorge Bichara, secretário de Agricultura….
... e André Vieira (ICMbio), assinam termo de compromisso.
… e André Vieira (ICMbio), assinam termo de compromisso.

No encerramento da  Semana do Meio Ambiente , o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMbio) e a Prefeitura de Marabá, juntamente com a Salobo Metais, celebraram termo para ampliação e revitalização do Viveiro Florestal da Secretaria de Agricultura de Marabá, em solenidade registrada no Shopping Pátio Marabá.

O Projeto de Revitalização e Ampliação do Viveiro de Produção de Mudas de Marabá, viabilizado a partir de condicionantes ambientais do Projeto Salobo estabelecidas pelo ICMBio, vai possibilitar a produção de 800.000 a 1.000.000 de mudas por ano, visando dar suporte a projetos de arborização urbana,  adequação de pequenas propriedades rurais ao novo código florestal, recuperação de áreas de preservação permanente e difusão de Sistemas Agroflorestais.

O projeto ainda prevê a aquisição de um caminhão caçamba a ser utilizado para o transporte das mudas até a zona rural e um veiculo pick-up para assistência técnica aos produtores.

Termo foi assinado pelo secretário de Agricultura de Marabá, médico Jorge Bichara;  André Luís Macedo Veira, Engenheiro Florestal do ICMbio; além de representante da Salobo Metais.

Jorge Bichara classifica assinatura do convênio como “grande conquista da prefeitura de Marabá, no sentido de planejar políticas de reflorestamento da própria cidade de Marabá, cada doía mais carente de áreas verdes”.

No mesmo dia, sexta-feira, 6, a Floresta Nacional Tapirapé Aquiri e a Fundação Sasa da Cultura de Marabá realizaram evento, também no Shopping Pátio Marabá, de formalização de  importantes parcerias para ações conservacionistas em Marabá e Região.

Durante a manhã e na parte da tarde,  equipes do ICMBio e da Casa da Cultura de Marabá receberam turmas de escolas publicas no espaço da exposição fotográfica FLONA Tapirapé- Aquiri 25 Anos (fotos).

Semana do Meio Ambiente 3

Evento contou com apresentações culturais de bandas musicais da Casa da Cultura e foram distribuídas camisas aos estudantes que prestigiaram o evento.

Também  houve a formalização de termo de compromisso, entre o ICMBio e a empresa Salobo Metais,  para execução do Programa de Extrativismo, Educação Ambiental e Agroecologia da Floresta Nacional Tapirapé Aquiri.

Referido programa tem por objetivo promover ações de capacitação e extensão agroecológica/extrativistas visando desenvolver alternativas sustentáveis de geração de renda.

Semana do Meio Ambiente 4

Nessa fase,  o programa atuará na do distrito de Lindoeste, localizada no Município de São Félix do Xingu (próximo ao limite do município de Marabá), porção noroeste da FLONA e onde a mesma está mais vulnerável devido a presença de garimpos ilegais e atividade madeireira na área. Uma estratégia que tem se mostrado bastante efetiva para gerenciar contextos semelhantes ao descrito é o desenvolvimento de ações de educação ambiental e geração de alternativas de renda, tendo como publico alvo, as comunidades que interagem diretamente com a unidade de conservação.

Semana do Meio Ambiente 5