Saúde no interior

Publicado em 7 de fevereiro de 2011

Ao post Hospital sem médicos, Plínio Pinheiro Neto, advogado colaborador deste blog, agregou o seguinte comentário:

O problema não está em não ter médicos no Municipio, pois Curionópolis dá um exemplo de que oferecendo salários elevadissimos esta lacuna é preenchida.O problema é radicular, está no âmago da estrutura da saúde no interior do Estado, pois mesmo tendo uma grande quantidade de médicos, os doentes serão atendidos, mas sempre terão de ser enviados para centros mais adiantados, pela falta de hospitais e equipamentos.É de se ressaltar, também, que o Sindicato dos Médicos está tomado de reclamações contra Prefeituras que ofereceram polpudos salários e pagaram, apenas, por alguns poucos meses, dando o calote depois.A correta aplicação da CPMF (privativa para investimentos na área) poderia ter sido a solução, mas, infelizmente, houve desvio de finalidade.