Hiroshi Bogéa On line

Saúde no banco dos réus

Está sendo aguardada até sexta-feira decisão do Tribunal de Justiça do Estado acerca da inspeção e fiscalização da carne bovina comercializada em Marabá, suspensas por decisão da juíza Maria Aldecy Pissolati.
Segundo a juíza, a carne deve ser vendida sem inspeção, obedecendo ao costume da população, não devendo essa prática ser suspensa abruptamente como desejam os órgãos de inspeção/fiscalização.
A decisão contrariou o serviço de inspeção e o Ministério Público do Estado que também, a exemplo da Prefeitura, entrou com ação no sentido de revogar a decisão de Maria Pissolati.
Enquanto a saúde do povo depende da decisão de juízes, a população continua consumindo carne contaminada por doenças de diversas cores e efeitos.

Fonte: Ascom
Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *