Hiroshi Bogéa On line

Saúde já tem secretário

Deputado estadual João Salame  (PPS) acaba de comunicar ao blog que o governador Simão Jatene convidou o médico Hélio Franco, ex-diretor da Santa Casa e dirigente estadual do PPS, para ocupar a Secretaria Estadual de Saúde.

Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    15 de dezembro de 2010 - 02:29 - 2:29
    Reply

    olha o que o PPS fez em Tucuruí
    O Ato Público dos funcionários do Hospital Regional de Tucuruí vai ser marcado para nova data, problemas de transporte atrapalharam a manifestação de hoje.

    A situação está um caos no H. Regional, os funcionários se surpreenderam com a mudança surpresa do Municipal já na sexta, ao chegarem hoje à confusão já estava formada.

    A presidente do SINDSAUDE (Leninha) questionou a Drª. Ana Paula se haveria autorização oficial da Sespa para a instalação da maternidade do Município dentro do Regional. A mesma ligou para a Coordenadora do RH da SESPA, que afirmou que até o momento não teria nada autorizado através de documento.

    Segundo os funcionários do HRT, o hospital funcionava com 26 leitos de maternidade, passaram 14 para o município e deixaram 12 para o Regional, com apenas um banheiro para os doze leitos, imaginem o sufoco. Ou seja, o Município ficou com a maior parte dos leitos e o que sobrou vai ser distribuído entre os outros seis municípios da região.

    Tucuruí fica com os 14 leitos e o “resto” dos municípios ficam com menos de três cada um. Toda a região será afetada e sua população prejudicada por esta irresponsabilidade do Prefeito de Tucuruí, e da Diretoria do Hospital Regional.

    O Estado negligenciou a Saúde em Tucuruí e a Diretoria do Regional acumulou erros e mais erros, sendo hoje reconhecida como uma das piores e mais ineficientes da história do HRT, e agora no apagar das luzes e para fechar com chave de ouro, comete uma barbaridade destas, acabando de vez com o Regional, é a incompetência e a irresponsabilidade elevada ao quarto ou quinto grau. Parece que a Governadora não aprendeu nada com as mortes dos bebês da Santa Casa.

    Agora imaginem amigos, a Governadora que se diz adversária do prefeito permitiu que ele vampirizasse os recursos do Regional nos últimos dois anos, e agora permite um descalabro destes, imaginem o que vai acontecer no Governo Jatene que é aliado do prefeito de Tucuruí. Pelo jeito o melhor negócio daqui para frente em Tucuruí será o ramo de funerária.

    As gestantes que procuraram hoje o Hospital Regional, algumas em estado grave, tiveram que se deslocar até o Hospital por conta própria, pois o Município não disponibilizou transporte e nem avisou a população da mudança.

    O Secretário de Saúde Municipal prometeu que teria uma ambulância 24 horas no Regional para atender à população, mas não é o que acontece, a ambulância apenas “despeja” os doentes e vai embora.

    O Conselho Municipal de Saúde em nota à imprensa hoje, se manifestou contra a implantação da Maternidade do Município no HRT, disse na nota que a responsabilidade pelas conseqüências que esta mudança pode acarretar à população, é do Prefeito Municipal e do Ministério Público Estadual, por não terem consultado o Conselho Municipal de Saúde e a população, antes de firmarem o TAC.

    Pergunta que não quer calar: Quem assumirá a responsabilidade pelas conseqüências causadas por esta mudança? Quem restituirá a vida das gestantes e seus filhos caso esta situação provoque uma tragédia? Os funcionários do HRT e o Conselho de Saúde Municipal já avisaram e denunciaram, esta situação é uma tragédia anunciada.

    ISSO É UMA VERGONHA!!! veja a folha

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *