Hiroshi Bogéa On line

São Félix do Xingu ganhará Vara do Trabalho

Trabalhadores rurais flagrados em regime análogo à escravidão na região Terra do Meio, município de São Félix do Xingu.(Arquivo Blog)

 

O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região realizará, na próxima quarta-feira, dia 20 de setembro, às 11 horas, a inauguração das instalações da Vara do Trabalho de São Felix do Xingu.

O Município de São Félix do Xingu, na chamada “Terra do Meio”, é uma das localidades do Brasil com maior ocorrência de trabalho escravo e da exploração do trabalhador em condições sub-humanas, com mais de 800 resgates ocorridos.

Trata-se do sexto maior município em extensão no Brasil e , por anos seguidos, foi o município com maior número de empregados resgatados em trabalho escravo no Brasil.

Mesmo diante da atual situação de déficit orçamentário e financeiro pelo qual passa a Justiça do Trabalho, a instalação da Vara do Trabalho de São Félix do Xingu foi priorizada pela desembargadora Suzy Koury, presidente do TRT da 8ª Região, que possui jurisdição nos estados do Pará e Amapá.

Historicamente, o Pará figura entre os estados brasileiros com maior existência de trabalho escravo, com os dados apontando que quase 10 mil pessoas foram resgatadas de condições análogas às de escravo no seu território, somente nos nos últimos 14 anos, segundo dados do Observatório Digital do Trabalho Escravo no Brasil, mantido pelo Ministério Púbico do Trabalho, em parceria com a Organização Internacional do Trabalho.

A Vara integra o plano nacional de combate ao trabalho escravo e degradante, aprovado pelo Conselho Nacional de Justiça, e tem o objetivo de marcar a presença do Estado na região, acelerando as ações e decisões sobre as questões que envolvem os litígios trabalhistas naquela região, já que a situação dos trabalhadores na região é especialmente dramática, com sucessivos casos de assassinatos.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *