Salve, salve, Bolsa Família!

Publicado em 19 de agosto de 2013

 

 

O poster esteve no PA Castanheira, projeto de assentamento localizado à margem da BR-155, a 60 km de Marabá, acompanhando o prefeito João Salame que foi anunciar obras naquela zona rural,  há mais de 20 anos reivindicadas pelos assentados.

(Sobre esse assunto, o blog prepara um post)

Lá, conversamos com o povo  isolado em seu torrão.

Lá, entre uma prosa e outro,  se constata o quanto o Bolsa Família está realmente tirando muitas famílias da miséria extrema.

O benefício social institucionalizado a partir da chegada de Lula ao poder, e que críticas recebe de quem faz oposição aos governos do PT, tem mudado a vida de muita gente.

Em regiões de miséria extrema, o  dinheiro do Bolsa Família é o mínimo que uma pessoa precisa para começar a se levantar um pouco na vida.

A velha história do “não dar o peixe, ensinar a pescar” depende, pelo menos, de que o sujeito tenha um trocado para comprar o anzol, e tenha um mínimo de força para não desmaiar de fome até chegar à lagoa.